Câmara Municipal, Corrupção
Atualizado em: 07/08/2011 - 7:03 pm

A sessão para votar a cassação do prefeito afastado começou às 14h (Foto: Jamil Pinto/colaborador)

Vereadores da na Câmara Municipal de Nova Russas votaram, neste domingo (7), pela cassação do prefeito afastado da cidade, Marcos Alberto Martins Torres, que está preso na Delegacia de Capturas, em Fortaleza, acusado dos crimes de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, fraude em licitações, entre outros.

Segundo denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), Marcos Alberto teria beneficiado as empresas Falcon Construtora, Daruma Construções e Prátika Incorporações, de propriedade de Raimundo Morais Filho, o Moraizinho, preso acusado de comandar um esquema de desvio de verbas em várias cidades no Ceará. O gestor nega as acusações.

Vários populares estiveram presente na sessão (Foto: Jamil Pinto/colaborador)

Ausência
A sessão começou por volta das 14 horas. O prefeito afastado, que tinha autorização da Justiça para comparecer ao julgamento sob escolta policial, preferiu não ir ao local e também não constituiu advogado de defesa. Para essa função, um nome foi indicado pela Comissão processante da Casa.

Votos
Dos nove vereadores, seis se posicionaram publicamente a favor da cassação. Os três vereadores aliados do prefeito afastado apresentaram atestados médicos e não compareceram na sessão deste domingo.

Leia mais:
Prefeito de Nova Russas é denunciado por desvio de recursos 
Prefeito afastado de Nova Russas presta depoimento à Justiça  nesta quinta 
Justiça decreta prisão do prefeito de Nova Russas e de mais quatro secretários 

Com informações do repórter Ricardo Lima.

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me