Fortaleza

Câmara de vereadores instala comissão especial para analisar Veto Popular sobre construções no Cocó

Foto: Genilson de Lima/CMFor
Câmara de vereadores instala comissão especial para analisar Veto Popular sobre construções no Cocó. Foto: Genilson de Lima/CMFor

Em reunião na quinta-feira (14) vereadores de Fortaleza instalaram uma Comissão Especial de análise do Veto Popular sobre construções na área das dunas do Cocó. Os trabalhos da Comissão serão presididos pelo vereador Acrísio Sena (PT), sob a relatoria do vereador Joaquim Rocha (PV). Os demais membros são os vereadores Evaldo Lima (PCdoB), João Alfredo (PSOL), Gelson Ferraz (PRB), Leda Moreira (PSL) e Mairton Félix (DEM).

Pra começar
Para Acrísio Sena, o momento é histórico na Casa, e os vereadores vão trabalhar para acelerar a tramitação do projeto no Legislativo. Neste primeiro momento, os parlamentares solicitaram cópia do projeto encaminhado à Câmara pela então prefeita Luizianne Lins, sendo acordado um prazo para a entrega até a próxima quinta-feira.

O projeto
O projeto foi apresentado em dezembro do ano passado pelo Movimento Veto Popular em Defesa do Cocó ao Poder Executivo e Legislativo. A proposta proíbe construções públicas e privadas no poligonal que integra o Parque do Cocó, exceto as intervenções de utilidade publica ou interesse social, ou de qualquer obra privada no âmbito da Poligonal do Parque do Cocó. O Veto Popular reúne assinaturas de 750 cidadãos de Fortaleza, representando 5% dos eleitores do bairro Cocó.

Cautela
O relator da matéria na Casa, Joaquim Rocha destacou a importância do projeto, e que o Partido Verde tem uma preocupação com a questão. “Nós iremos analisar com cautela, discutir com os vereadores e tomar depoimentos”,apontou. Para uma melhor análise da proposta os vereadores colocaram à disposição da Comissão a assessoria jurídica parlamentar. A Comissão conta também com três suplentes, os vereadores Carlos Mesquita (PMDB) – 1º suplente, Deodato Ramalho (PT) – 2º suplente, e Vitor Valim (PMDB), 3º suplente.

Com informações da CMFor


Curtir: