Câmara Municipal
Atualizado em: 31/05/2011 - 5:25 am

Manifestantes foram impedidos de entrar na Câmara Municipal na última quinta-feira (25).

A Câmara Municipal de Fortaleza retoma, na manhã desta terça-feira (31), o debate sobre o reajuste salarial proposto pela prefeitura de Fortaleza para os professores da rede pública de ensino da capital. 

A matéria não está na pauta de votação mas deve receber emendas de parlamentares tanto de oposição quanto de situação.

Representantes da categoria, que continua em greve, prometem seguir agenda de mobilização e acompanhar a movimentação dos vereadores.

Mobilização
Os professores municipais protestam contra o projeto de Lei apresentado pela Prefeitura de Fortaleza para o reajuste da categoria. A matéria aguarda aprovação na Câmara de vereadores da capital.

Duas classes
Na prática, segundo a proposta, o município pretende dividir a categoria em duas classes. Uma, de profissionais com o ensino médio e outra de professores graduados, com especialização, mestrado ou doutorado. Esta segunda faixa receberia apenas 2% de reajuste salarial

Sessão
Na semana passada a votação do Projeto de Lei, que trata do reajuste, foi adiada duas vezes. A matéria chegou à Câmara na última quinta-feira (19), passou muito rápido pelas comissões técnicas e já estava pronta para ser votada em plenário. A votação, no entanto, não aconteceu, por conta do apagão que deixou o prédio da CMF sem energia na quarta-feira (24).

Na quinta-feira (25) a sessão seria itinerante, no bairro Antonio Bezerra, mas acabou suspensa para evitar a manifestação dos educadores.

Leia também:
Professores protestam no pátio da Câmara Municipal de Fortaleza

Haddad sai em defesa da “professorinha” e não prevê restrições aos quem não pagarem Piso

Vereadores cancelam sessão no Antonio Bezerra para evitar manifestação de professores

Câmara de Vereadores sem energia

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me