Fortaleza

Câmara divulga relatório do Fórum Viva Centro

A praça do Ferreira é ponto tradicional do Centro de Fortaleza

O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor), vereador Acrísio Sena (PT), divulga nesta terça-feira (10), a compilação dos trabalhos realizados pelo Fórum Viva Centro. O anúncio será feito durante o grande expediente da sessão ordinária.

Por todo o segundo semestre de 2011, em aproximadamente 120 dias, os problemas enfrentados pelo Centro foram debatidos em plenárias que pretendiam, sobretudo, angariar propostas e ideias de requalificação e revitalização desta área da Cidade.

Colaboradores
Para isso, a CMFor contou com a colaboração e participação de diversos órgãos, entidades e da população em geral, que discutiram a melhoria do Centro sob cinco eixos distintos: segurança pública, reordenamento urbano, acessibilidade e mobilidade urbana, patrimônio histórico e cultural e habitação.

Segurança
No que tange à segurança, entre outras ações, foi proposta a implantação do Programa Policiamento Integrado 24 horas, entre Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, entre outros, aos moldes da Operação Centro Seguro.

Reordenamento
No quesito reordenamento, o relatório traz, entre as diversas propostas, a criação da Central Integrada de Fiscalização do Centro, com equipes multidisciplinares, dotadas de logística operacional eficiente, ininterrupta e diuturna.

Acessibilidade
Acerca da acessibilidade, é proposto regularizar e disciplinar os estacionamentos, dotando-os de mais vagas para pessoas especiais. Sobre patrimônio, o relatório propõe a garantia de funcionamento, durante 24 horas, de alguns equipamentos culturais da área.

Habitação
Sobre habitação, busca-se efetivar a instalação de habitações na área do Centro até 2013, fazendo uso de prédios desocupados ou subutilizados; bem como isentar de IPTU todos os imóveis residenciais da área por um prazo de cinco anos.

E ainda
Após a apresentação oficial do resultado, o relatório estará disponível a toda a população de Fortaleza. De acordo com o presidente Acrísio, “o presente relatório sistematiza as discussões copiladas no Fórum, e serve de base democrática para uma tomada de atitude planejada face aos problemas históricos do Centro, bem como a efetivação de futuras práticas administrativas em benefício de todos”.

Com informações da CMFor


Curtir: