Câmara Municipal
Atualizado em: 31/05/2011 - 2:07 pm

Comando de greve em reunião com representantes da Câmara Municipal. Foto: Kézya Diniz

A Câmara de vereadores de Fortaleza (CMF) voltou a receber as reivindicações dos professores da rede pública municipal. No início da manhã desta terça-feira (31), as negociações para a implantação do piso salarial foram retomadas.

 Leia mais:
Professores protestam no pátio da Câmara Municipal de Fortaleza
Câmara de vereadores retoma polêmica sobre reajuste de professores

Reunião
O comando de greve esteve reunido com os vereadores Guilherme Sampaio, Ronivaldo Maia (ambos do PT) e com o  presidente da CMFor, vereador Acrísio Sena (PT).

Votação
O Projeto de Lei proposto pela prefeitura de Fortaleza não chegou a ser incluído na pauta do dia, mas é certo que ele vai receber emendas antes de seguir para votação.

Cofre
Segundo o líder da prefeita, vereador Ronivaldo Maia (PT), o desafio agora é encontrar um meio termo que seja financeiramente viável para o cofre da prefeitura.

Sem desculpa
Já o vereador João Alfredo, que concorda com as reivindicações da categoria, disse que as limitações financeiras não podem servir como desculpa para que a prefeitura adie a implantação do Piso Nacional dos professores.

Greve
Enquanto o impasse continua, os professores da rede municipal decidiram, em Assembleia, continuar a greve por tempo indeterminado.

Acompanhe a matéria exibida no Jornal Jangadeiro desta terça-feira (31):

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me