Eleições 2014

Camilo Santana diz que não reconhece omissão de petistas

Camilo Santana diz que não reconhece omissão de petistas
Camilo Santana diz que não reconhece omissão de petistas

O petista Camilo Santana afirmou desconhecer as especulações de que setores do PT estariam se omitindo a fazer campanha para ele, inclusive excluindo-o dos materiais de campanha. O presidente estadual da legenda, De Assis Diniz, já divulgou que chamará os “infiéis” para uma conversa reservada na próxima semana.

Com isso, a cúpula petista forçaria os correligionários a trabalhar em prol da candidatura de Camilo ao governo do Ceará e Mauro Filho, ao Senado.

Leia ainda:
PT estuda punição aos considerados “infiéis” à campanha de Camilo Santana

Sem mal-estar
No entanto, o petista limitou-se a dizer que “todos tem usado o meu nome”, afastando qualquer mal-estar com as especulações. Camilo reafirmou a disponibilidade de apoiar os projetos desenvolvidos pelo atual governo federal e estadual, minimizando a instabilidade vivenciada internamente dentro do seu partido.

Fora do palanque
Grupo ligado à ex-prefeita Luizianne Lins (PT) reafirma que não pretende apoiar a candidatura de Camilo Santana (PT) ao governo do Ceará e que deve seguir pedindo voto apenas para candidatura de Dilma Rousseff à Presidência da Republica. Ao jornal O Estado, o deputado federal Eudes Xavier (PT), ligado a corrente da ex-prefeita Luizianne Lins (PT), voltou a afirmar que não subirá no palanque de Camilo Santana, pois, segundo ele, o candidato ao governo do Ceará não representa os verdadeiros ideais do PT.

O petista deixou claro que é uma decisão e dificilmente mudará de ideia, pois, de acordo com ele, a decisão contraria o que prega a sigla. Luizianne também já afirmou que não subirá no palanque de Camilo, e, nos bastidores, a informação é que sua decisão já foi comunicada à cúpula nacional, inclusive explicando suas motivações. A petista é ferrenha opositora dos irmãos Ferreira Gomes.

Só dá Dilma
Ainda segundo ele, o grupo está aberto para examinar o quadro sucessório. Entretanto, agora, sua preocupação é com a reeleição de Dilma. “Nossa única preocupação, agora, é com a reeleição da presidente Dilma”. Xavier acredita que Dilma virá ao Ceará, assim como o ex-presidente Lula, contudo, adotará certa neutralidade sobre o cenário local, tendo em vista o impasse vivido pelo cenário local.

Com informações do OE


Curtir: