Em Brasília

Carrinho de Compras: Câmara compra cafeteiras de R$ 7,6 mil

Carrinho de Compras: Câmara compra cafeteiras de R$ 7,6 mil
Carrinho de Compras: Câmara compra cafeteiras de R$ 7,6 mil

Com votações que vão até de madrugada, principalmente as contrárias ao interesse da população, como a desfiguração das 10 Medidas Contra Corrupção, é preciso manter deputados e funcionários bem acordados. Para isso, a Câmara dos Deputados não mede recursos. A Casa adquiriu três cafeteiras elétricas industriais por R$ 7,6 mil cada. Ao todo, o pedido custou R$ 22,8 mil aos cofres públicos.

O Senado Federal, que não fica atrás nas votações até de madrugada, reservou R$ 324 mil para a compra de 25 toneladas de café. A bebida é em pó superior, 100 arábica e moagem média. De acordo com o empenho, na composição não poderá haver percentual de grãos pretos, verdes e ardidos que comprometa a qualidade global e especificada. A embalagem será alto vácuo ou vácuo total em saco de filme plástico ou aluminizado internamente, lacrado, sem apresentar sinais de violação.

Contra incêndio
Pegando fogo quase todos os dias, a Câmara dos Deputados reservou R$ 4,2 mil para serviços especializados na área de manutenção preventiva e corretiva nos sistemas de detecção e alarme, prevenção e combate a incêndios nos prédios administrativos e blocos funcionais da Casa. O pedido foi realizado pelo Departamento de Tecnologia (Detec).

Panos de limpeza
O Senado Federal, por sua vez, ainda reservou R$ 8,3 mil para “limpar”. A Casa adquiriu 15 mil panos de limpezas para manter o órgão em ordem. Os materiais são de 70% viscose, 20% poliéster e 10% de polipropileno, com comprimento de 29 cm e largura de 29 cm. Os panos ainda possuem alto grau de absorção, aplicação lavagem de blanquetas e cor branca.

Motoristas e carros
A Presidência da República reservou R$ 91,8 mil para prestação de serviços de motoristas executivos de expediente de 8h às 18h e de 14h às 00h. No valor ainda está incluída prestação de serviços de supervisor de pessoal. A Pasta também vai destinar R$ 137,1 mil para locação de veículos nas regiões Sul e Sudeste.

TV por assinatura
A Presidência ainda empenhou R$ 43,9 mil para a assinatura da Sky Brasil, empresa especializada para instalação e prestação de serviço continuado de TV por assinatura, com recepção via satélite (tecnologia DVB-S2). O serviço é prestado nas dependências do Complexo da Presidência da República.

No STF
O Supremo Tribunal Federal (STF) empenhou R$ 66,4 mil para serviços de engenharia no sistema de ar condicionado. A Corte ainda destinou R$ 454 mil para a aquisição de 1.220 luminárias baseadas em “Light Emiting Diodes” para painel de LED de embutir com difusor.

Tudo OK!
O levantamento é do portal Contas Abertas. A publicação ressalta que, a princípio, não existe nenhuma ilegalidade nem irregularidade neste tipo de gasto feito pela União e que o eventual cancelamento de tais empenhos certamente não ajudaria, por exemplo, na manutenção do superávit do governo ou em uma redução significativa de despesas.

A intenção de publicar essas aquisições é popularizar a discussão em torno dos gastos públicos junto ao cidadão comum, no intuito de aumentar a transparência e o controle social, além de mostrar que a Administração Pública também possui, além de contas complexas, despesas curiosas.

Com informações do portal Contas Abertas


Curtir: