Nacional

Carrinho de Compras: Senado gasta R$ 50,3 mil em fragmentadoras de papel

Carrinho de Compras: Senado gasta R$ 50,3 mil em fragmentadoras de papel
Carrinho de Compras: Senado gasta R$ 50,3 mil em fragmentadoras de papel

O Senado Federal empenhou R$ 50,3 mil em 80 fragmentadoras de papel. Os equipamentos possuem tensão de funcionamento 220 volts e corte em partículas e capacidade para cortar no mínimo de 10 folhas de 70g/m ou 9 folhas de 75g/m. A velocidade mínima é de 0,04 m/s, considerando uma única folha e capacidade de fragmentar documentos com grampos e clipes.

Calças e monitores
Esta semana, o Senado ainda reservou R$ 11,2 mil para a compra de 170 calças profissionais, que servirão de uniforme para funcionários da Casa. Além disso, o órgão também irá gastar R$ 140,3 mil para compra de 31 monitores profissionais LFD, da marca LG.

Câmara
A Câmara dos Deputados, por sua vez, vai gastar R$ 9,5 mil com lavagem de cortinas e forros voil da Casa. Outros R$ 4,4 mil serão empenhados para o fornecimento de uma unidade de máquina de fabricar gelo. A Marca do equipamento é Super Ice Mac e o pedido foi realizado pelo Departamento Médico da Casa.

É festa
O Ministério de Relações Exteriores reservou R$ 20 mil para a contratação de grupo musical de choro e companhia de excelência para a apresentação nos eventos organizados pelo Cerimonial da Pasta. O agraciado foi o Dois de Ouro Produções Ltda.

Capachos no STF
O Supremo Tribunal Federal vai adquirir e instalar capachos, uma espécie de tapete resistente, fabricado com fibras grossas e ásperas. Ao todo, foram comprados 82 capachos por R$ 48,9 mil. Os acessórios são em propileno e poliester, espessura aproximada de 9,5 mm e peso de 6 kg por m². A base dos tapetes antiderrapante de borracha, bora de borracha de 3 cm de largura, na cor do produto, borda do tipo de rampa.

STJ
Já o Superior Tribunal de Justiça comprou 10 colchões de solteiro. Os colchões têm densidade de D-33, tipo simples, espuma de 100% poliureta, com biotipo de 81 a 100 Kg. O produto ainda é antiácaro, antifungo e antibactária. O custo total é de R$ 2,4 mil.

Medalhas no Exército
O Exército brasileiro agraciará os militares com diversas medalhas. A Secretaria do Exército reservou R$ 14,7 mil para compra de 70 estojos completos da Medalha do Pacificador militar e civil masculino. O kit é feito em caixa de madeira forrada com cetim amarelo ouro. A medalha será feita de bronze. Outros R$ 53,7 mil foram empenhados para 228 estojos completos da medalha da Ordem do Mérito Militar, de diversos níveis.

O Exército ainda reservou R$ 24 mil para 200 medalhas “Praça Mais Distinta”, em forma circular, em bronze. No semicírculo superior, a inscrição do nome da medalha e, no semicírculo inferior, a inscrição “EXÉRCITO”, as duas em alto relevo. No verso, o Símbolo do Exército Brasileiro.

Condecorações
Outras 550 condecorações, com custo de R$ 71,5 mil, também serão adquiridas. Trata-se da medalha Marechal Osório – O Legendário, em bronze, com escudo de 29 mm de largura e 35 mm milímetros de altura, com coroa de 10 mm de altura, tendo no anverso, o Brasão do Marquês do Herval.

Tudo OK!
O levantamento é do portal Contas Abertas. A publicação ressalta que, a princípio, não existe nenhuma ilegalidade nem irregularidade neste tipo de gasto feito pela União e que o eventual cancelamento de tais empenhos certamente não ajudaria, por exemplo, na manutenção do superávit do governo ou em uma redução significativa de despesas.

A intenção de publicar essas aquisições é popularizar a discussão em torno dos gastos públicos junto ao cidadão comum, no intuito de aumentar a transparência e o controle social, além de mostrar que a Administração Pública também possui, além de contas complexas, despesas curiosas.

Com informações do portal Contas Abertas


Curtir: