Nacional

Carrinho de Compras: STF gasta R$ 45 mil em copos descartáveis

Carrinho de Compras: STF gasta R$ 45 mil em copos descartáveis
Carrinho de Compras: STF gasta R$ 45 mil em copos descartáveis

É tempo de seca em Brasília, e não estamos falando dos cofres públicos, mas do clima, que já fez com que autoridades decretassem estado de emergência na capital federal. Para hidratar, o Supremo Tribunal Federal (STF) deve garantir a água durante o expediente.

O tribunal vai gastar R$ 45 mil em copos descartáveis. Serão comprados 25 mil pacotes com 100 unidades, isto é, 2,5 milhões de unidades. Os copos são brancos, para consumo de líquidos, com capacidade de 200 ml. O levantamento é do Portal Contas Abertas.

Grampeadores
O STF também empenhou R$ 3,2 mil para a compra de 245 grampeadores de mesa. Os acessórios possuem estrutura metálica resistente para 25 folhas de 75g, além de garantia de 12 meses. Para utilizar os grampeadores, o Tribunal reservou R$ 980,00 para a compra de 350 caixas de grampos cobreados. Cada caixa possui 5 mil unidades.

Legislativo
O Congresso Nacional também encheu o Carrinho de Compras nesta semana. A Câmara dos Deputados reservou R$ 6,8 mil para o fornecimento de quatro lâmpadas de xênon 300w. A Casa ainda empenhou R$ 7,6 mil para o fornecimento de quatro unidades de relógio IP de seis dígitos.

Câmara
A Câmara ainda vai gastar R$ 445,2 mil em serviços de instalação de equipamentos, configuração e ativação de sistema de telefonia. O pedido foi realizados pelo Departamento Técnico da Casa. O Senado Federal não ficou atrás e vai pagar R$ 59,5 mil para a instalação, manutenção, expansão e programação de equipamentos telefônicos.

Senado
O Senado ainda pagará R$ 2,8 mil para a compra de um motor elétrico para portão de garagem. O equipamento é tipo indução, rotação de 1.800 RPM, com capacitor e redutor, barra cremalheira, comando e número bifásico, potência nominal 1 HP, tensão nominal 220 V, tipo mancais deslizante, frequência nominal 60 Hz.

A Casa também reservou R$ 36,7 mil para a contratação de empresa especializada em manutenção e reparo de aparelho eletrodomésticos. O serviço será prestado com ou sem fornecimento de peças, à medida que houver necessidade nos eletrodomésticos de propriedade do Senado Federal. O valor inclui a Secretaria Especial de Editoração e Publicações e Secretaria Especial de Informática, durante 12 meses consecutivos.

Forças Armadas
Ao que parece o celular do comandante da Aeronáutica ou de algum de seus funcionários caiu e rachou a tela. O Gabinete do Comandante da Aeronáutica reservou R$ 1,2 mil para a manutenção e reparo do aparelho. Os serviços são para substituição de tela de telefone funcional do modelo Iphone 6.

Cafeteiras
O Grupamento de Apoio de Brasília vai adquirir novas cafeteiras elétricas. Foram compradas três unidades com custo total de R$ 4 mil. Os aparelhos são em aço inox com dois depósitos para café ou leite e potência de 1.500W. Além disso, as cafeteiras possuem tempo máximo de fervura de 55min, 220V, capacidade depósito 10 litros (5 café/5leite), com capacidade reservatório água aprox. 26 litros.

Campainhas
O Grupamento ainda reservou R$ 870,00 para a compra de 12 campainhas musicais eletronicas sem fio. Os equipamentos possuem 48 toques polifônicos, 4 níveis de volume, bivolt automatico, rádio frequencia 315MHz, nivel ruido de 55 até 75Db, com suporte de fixação do transmissor Outros R$ 690,00 foram empenhados pelo grupamento para a compra de 10 fones de ouvido. As unidades possuem microfone, PTT de lapela e suporte para radio.

Pastas
Já a Secretaria-Geral do Exército empenhou R$ 2,8 mil para a confecção de 50 pastas de uso pessoal para documentos. A Pasta servirá para acondicionamento do Diploma e histórico da Medalha de Serviço Amazônico. Na frente a costura é da mesma cor da pasta e em todo o seu contorno. Na parte superior a inscrição “EXÉRCITO BRASILEIRO” e logo abaixo “SECRETARIA-GERAL DO EXÉRCITO” centralizado, letras gravadas em dourado a quente com as seguintes características: fonte Arial, tamanho 24 e negrito. No centro, a figura do anverso da medalha gravada em dourado.

Tudo OK!
O levantamento é do portal Contas Abertas. A publicação ressalta que, a princípio, não existe nenhuma ilegalidade nem irregularidade neste tipo de gasto feito pela União e que o eventual cancelamento de tais empenhos certamente não ajudaria, por exemplo, na manutenção do superávit do governo ou em uma redução significativa de despesas.

A intenção de publicar essas aquisições é popularizar a discussão em torno dos gastos públicos junto ao cidadão comum, no intuito de aumentar a transparência e o controle social, além de mostrar que a Administração Pública também possui, além de contas complexas, despesas curiosas.

Com informações do portal Contas Abertas


Curtir: