Nacional

Carrinho de Compras: TSE gasta R$ 1,6 milhão com copeiragem

Carrinho de Compras: TSE gasta R$ 1,6 milhão com copeiragem

Alguns serviços não podem deixar de acontecer nos órgãos públicos. As atividades de copeiragem, por exemplo, é um deles. Quem vai servir o cafezinho ou encher o copo de água na mesa, por exemplo?

Pensando nisso, o Tribunal Superior Eleitoral reservou R$ 1,6 milhão para a prestação de serviços de copeiragem (copeira e garçom) e de supervisão, mediante alocação de postos de trabalho.

O contrato tem vigência de 12 meses, que podem ser prorrogados conforme a lei. O valor inclui o plano de saúde para os funcionários e também horas suplementares para o período eleitoral. O levantamento é do portal Contas Abertas.

Manutenção
A Câmara dos Deputados, por sua vez, reservou R$ 7,3 milhões para a prestação de serviços continuados na área de manutenção de instalações elétricas e hidrossanitárias, por 12 meses. O pedido foi realizado pelo Departamento de Tecnologia da Casa. Do total do valor empenhado, R$ 381,6 mil são relativos ao 13º salário.

Transporte
A Câmara ainda empenhou R$ 612,2 mil para a prestação de serviços de locação de veículos automotores, sem motorista e sem combustível. O pedido é da Coordenação de Transportes da Casa. O valor atende despesas até 31 de dezembro de 2017. A empresa contratada foi a Daleth Veículos Ltda. Outros R$ 593,2 mil foram reservados pela Câmara para a prestação de locação de ônibus e micro-ônibus, sem motorista e sem combustível. O pedido também é da Coordenação de Transporte e o valor atende despesas até 31 de dezembro de 2017. A empresa contratada foi a TS Locações e Serviços.

Obra
O Senado Federal vai destinar R$ 7 mil para a contratação de artista para pintar quadro. A obra vai integrar a galeria de presidentes no Salão Nobre da Casa.

Segurança
Preocupado com seus ministros e funcionários, o Supremo Tribunal Federal reservou R$ 580,2 mil para serviços de segurança pessoal privada no Estado do Rio de Janeiro. Já a segurança garantida pelo Superior Tribunal de Justiça foi de outro tipo. A Corte reservou R$ 54,7 mil para a prestação de serviços de inspeção, manutenção e substituição de mangueiras para uso em combate a incêndio. O período do empenho é de 13 de maio de 2017 a 31 de dezembro de 2017.

Tudo OK!?
O levantamento é do portal Contas Abertas. A publicação ressalta que, em princípio, não existe nenhuma ilegalidade nem irregularidade neste tipo de gasto feito pela União e que o eventual cancelamento de tais empenhos certamente não ajudaria, por exemplo, na manutenção do superávit do governo ou em uma redução significativa de despesas.

A intenção de publicar essas aquisições é popularizar a discussão em torno dos gastos públicos junto ao cidadão comum, no intuito de aumentar a transparência e o controle social, além de mostrar que a Administração Pública também possui, além de contas complexas, despesas curiosas.

Com informações do portal Contas Abertas


Curtir: