Ceará

Cid Gomes evita falar em disputa eleitoral durante inauguração

Cid Gomes evita falar em disputa eleitoral durante inauguração. Foto: Reprodução do Facebook
Cid Gomes evita falar em disputa eleitoral durante inauguração. Foto: Reprodução do Facebook

Abordado pela imprensa na chegada à solenidade de inauguração da unidade de atendimento do Detran em Fortaleza, no bairro São Gerardo, o governador Cid Gomes negou-se a falar da disputa eleitoral. “Não passo falar. Tenho de separar as coisas. Se estiver em evento eleitoral, eu não falo das ações do Governo. Se estiver em eventos do Governo, eu não falo sobre eleição. Já estão me processando porque tirei uma foto numa atividade privada. Alguém me denunciou porque tirei uma foto com o Camilo [Santana]”, disse.

Representações
Na semana passada, a coligação do candidato Eunício Oliveira (PMDB) ajuizou 60 representações na Justiça Eleitoral contra a chapa de Camilo Santana (PT). As ações acusam a coligação de uso da máquina pública e abuso de poder político, através de atos do governador Cid Gomes e de sua gestão em benefício da candidatura petista.

Na ação protocolada, foram anexados vídeos, fotos e documentos de vários atos contrários à legislação eleitoral. As supostas irregularidades incluem desde a propaganda institucional veiculada pelo Governo em sua página oficial na internet até perfis da gestão nas redes sociais.

Renúncia
Ao ser questionado sobre o posicionamento do deputado estadual Hermínio Resende (Pros), que renunciou da disputa à reeleição e apoiará o peemedebista Eunício Oliveira ao governo do Ceará, Cid respondeu: “Sem comentários”. O governador, entretanto, que é um dos articuladores do palanques da presidente Dilma Rousseff, candidata a reeleição, também evitou falar da aliada, nem mesmo adiantar se a petista já havia marcado uma data para vir novamente ao Ceará. Desta vez, numa visita de campanha.

Regras
De acordo com a legislação eleitoral, desde o dia 5 de julho, existe uma série de restrições administrativas com a intenção de não favorecer o candidato ligado ao governo ou que tenta a reeleição. A partir desta data, candidatos a cargos eletivos estão proibidos de participar de inauguração de obras, e o Estado não pode nomear, contratar, admitir, demitir ou transferir servidores públicos sem justa causa. Também é vedada, a partir dessa data, a concessão de aumentos salariais a servidores públicos e a realização de novos contratos. Os contratos que forem firmados antes deste período continuam em vigor normalmente.

Outra proibição do período é em relação à publicidade institucional e à realização de shows artísticos arcados com recursos públicos. Essas proibições valem até o final das eleições.

Saiba mais
Sem alarde, o governador Cid Gomes inaugurou ontem nova unidade do Detran, no bairro São Gerardo. Na ocasião, anunciou a construção de duas novas unidades na Capital, sendo uma no bairro Dionísio Torres e outra em Messejana. Essa foi a segunda unidade de atendimento do Departamento de Trânsito entregue neste ano. A primeira, em janeiro último, foi a de Messejana.

Com informações do OE


Curtir: