Bastidores

Ciro critica possível aliança do PT com Eunício Oliveira

Ciro critica possível aliança do PT com Eunício Oliveira. Foto: Kézya Diniz

Pré-candidato do PDT à Presidência da República em 2018, o ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, usou as redes sociais para criticar a possibilidade do Partido dos Trabalhadores apoiar a candidatura do senador Eunício Oliveira (PMDB) à presidência do Senado.

“Não quero acreditar no que acabei de ouvir falar : o PT teria resolvido votar em dois protagonistas do golpe para a presidência do Senado e da Câmara. Sendo verdade, perderam completamente a noção de País, de Nação e de interesse público. Trocar o restinho de respeitabilidade por um carguinho e suas mordomias seria nada menos do que TRAIÇÃO!”, publicou Ciro no seu Facebook.

Nos bastidores, Eunício estaria costurando acordos com integrantes da base aliada e da oposição para consolidar o próprio nome na disputa para o comando da Casa. A eleição está prevista para ocorrer no dia 2 de fevereiro.

“Acerto”
O acerto prevê que o PT, terceira bancada com 10 senadores, vai optar pela primeira-secretaria, espécie de “prefeitura” do Senado que gerencia bilhões de reais em recursos e contratos. Os cotados são José Pimentel, Jorge Viana (AC), atual primeiro-vice, e Paulo Rocha (PA).

Contra
Entretanto, um grupo minoritário no PT não deseja fechar uma chapa encabeçada por Eunício, antigo aliado da presidente cassada Dilma Rousseff e que, posteriormente, apoiou o processo de impeachment da petista.


Curtir: