Eleições 2014

Ciro diz que coligação governista não veta José Guimarães para o Senado

Ciro diz que coligação governista não veta José Guimarães para o Senado. Foto: Kézya Diniz
Ciro diz que coligação governista não veta José Guimarães para o Senado. Foto: Kézya Diniz

Não há veto por parte do Pros, muito menos de algum partido da coligação governista, ao nome do deputado José Guimarães (PT-CE) como candidato ao Senado Federal na base de apoio de 24 legendas no Estado. A informação é do secretário de Saúde, Ciro Gomes. O governador, seu irmão Cid Gomes, não compareceu à convenção nacional da partido nesta terça-feira, 24, em Brasília.

Manifesto
A imprensa cearense tem noticiado que ao menos 14 partidos teriam se negado a apoiar o nome de José Guimarães, ex-líder da bancada petista na Câmara. De acordo com as notícias, haveria até a possibilidade de a rejeição ser formalizada por meio de um manifesto contra o nome do indicado pelo PT.

Leia ainda:
Aliados de Cid querem impedir candidatura de Guimarães ao Senado

“Não procede”
“Não procede, Nenhum único partido explicitou qualquer tipo de documento. Todos sabem, delicadamente, que nós vamos ter de viabilizar a vitória da chapa e do projeto que a presidenta Dilma representa. Todos nós sabemos disso”, afirmou Ciro Gomes.

No seu entendimento, não se pode perder de vista que está em jogo o futuro do país e do Ceará. Ele indicou que serão realizados os entendimentos necessários “sem deixar muitas arestas no caminho”.

Pré-convenção
Em relação à coligação com o PT local, Ciro Gomes afirmou que já há pré-acordo e a convenção estadual do PT delegou à Executiva Nacional a tarefa de ultimar esses entendimentos quanto à chapa. O PT postula e o Pros concorda com a vaga de senador na chapa para o deputado José Guimarães, salientou.

Cinco concorrentes
Quanto ao candidato ao Governo do Ceará há cinco concorrentes, todos com aval do Pros. De acordo com Ciro Gomes não haverá imposição de um nome. Estão concorrendo o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque; o secretário de estado da Fazenda, Mauro Benevides Filho; o vice-governador do Ceará, Domingos Filho; a ex-secretária de estado da Educação, Isolda Sela; e o ex-ministro da presidenta Dilma Rousseff e ex-secretário dos Portos, Leônidas Cristino.

E ainda
Ciro diz que tem a expectativa de que os 24 partidos da coligação do Pros reúnam-se para conversar sobre o futuro do Ceará, discutindo como será o projeto de desenvolvimento para o estado.

Mantendo o suspense, quanto ao nome para governador na chapa, Ciro Gomes afirmou que sairá “um pouco antes do próximo sábado”, data limite para definição. “Acredito que essa semana”, disse, lacônico.

Com informações da Agência Política Real


Curtir: