Bastidores Dilma no Ceará

Ciro Gomes é “uma pessoa doce e de bom coração”, diz Dilma. Presidente distribuiu afagos durante anuncio de investimentos

Ciro Gomes é “uma pessoa doce e de bom coração", diz Dilma. Presidente distribuiu afagos durante anuncio de investimentos
Ciro Gomes é “uma pessoa doce e de bom coração”, diz Dilma. Presidente distribuiu afagos durante anuncio de investimentos

Em passagem pelo Ceará, a presidente Dilma Rousseff disse que o governo federal tem uma “carteira de investimentos” no Ceará na ordem de R$ 8,5 bilhões. Conforme ressaltou, “dinheiro não é hoje o problema do Brasil, mas a capacidade politica de gestão”.

Ela destacou a parceria entre o governo estadual e federal, classificando a parceira com Cid Gomes como “uma das parceiras mais entrosadas e bem sucedidas”.

Ciro Gomes
Mas, não foi só Cid quem ganhou elogios. O irmão dele, o atual secretário de Saúde, Ciro Gomes, ganhou também um afago da petista. “Conheci Ciro na época em que éramos ministros. Convivi muito com ele e foi uma época onde aprendi várias coisas. Mas descobri em Ciro um homem íntegro, de coragem, sobretudo um bom gestor e integro”.

E disse ainda “uma pessoa doce e de bom coração. E sempre será assim”. Neste momento Dilma arrancou riso da plateia, até mesmo, do próprio Ciro Gomes, presente ao evento.

Retribuição
Cid Gomes retribuiu os elogios reafirmando apoio à Dilma, pré-candidata à reeleição em 2014. Segundo ele, “o Ceará dará quantas vezes for necessárias o carinho e o apoio para que a senhora continue fazendo um bom trabalho”.

Investimentos
Dilma anunciou, ao lado do governador Cid Gomes e do prefeito Roberto Cláudio (Pros), uma série de investimentos no Estado, dentre eles: a construção de 86 novas creches, ordem de serviço para construção da Linha Leste do Metrô, implantação de corredores de BRTs na Capital, assim como a ampliação do Terminal de Parangaba, além da criação da reserva indígena Anacés, que antes ocupava o terreno onde será construída a Refinaria Premium II.

Leilões
Ainda no Ceará, Dilma Rousseff comemorou o resultado dos leilões de privatização dos aeroportos do Galeão, no Rio de Janeiro, e de Confins, em Minas Gerais. “O total (a ser arrecadado) dá R$ 20,839 bilhões. O que é muito importante porque evidencia o interesse dessas empresas no Brasil. Porque quem ganhou foram grandes empresas de aeroportos. No Galeão, quem ganhou foi uma parceria da Odebrecht com a grande empresa aeroportuária Changi. E quem ganhou em Confins foram às empresas CCR com a Munich e a Zurich. São grandes empresas administradoras de aeroportos”, disse a presidente em entrevista à imprensa, antes do início da solenidade.

Oposição
Dilma ironizou os ataques da oposição. “Os incrédulos (no processo de licitações de infraestrutura) terão um dia de amargura. No Brasil, as pessoas torcem para dar errado. Não deu errado. E tenho certeza que as próximas [licitações] não vão dar errado”, disse a petista, acrescentando que o resultado do leilão “demonstra um enorme interesse dos investidores no Brasil”.

“Continua não, senhor?!”
Dilma negou, ainda, que as obras da Transnordestina e da Transposição do São Francisco. “Continua não, senhor. A Transnordestina está andando, e também a interligação do São Francisco”, disse Dilma ao ser questionada sobre as obras pelos repórteres.

Canteiro de Obra
Antes da solenidade, Dilma visitou o canteiro de obra, acompanhada de Cid Gomes, dos senadores Eunício Oliveira (PMDB), José Pimentel (PT) e Inácio Arruda (PCdoB), além dos ministros Aguinaldo Silva (Cidades), Alexandre Padilha (Saúde), Aloisio Mercadante (Educação), Graça Foster (Petrobrás), Helena Chagas (Comunicação), além de deputados federais.

Mimos
Cid Gomes, ainda, entregou a Dilma uma miniatura da máquina usada para fazer os túneis do metrô, os chamados tatuzões.


Curtir: