Câmara Municipal, Greve
Atualizado em: 07/06/2011 - 10:12 am

Com a Redação do Jangadeiro On Line

Clima tenso nesta terça-feira (7) na Câmara Municipal de Fortaleza (CMF). No período da manhã, professores bloquearam a entrada dos vereadores, tentando inviabilizar a sessão plenária em que seria votado o reajuste salarial da categoria.

Leia também:
Audiência de conciliação é suspensa e reajuste dos professores entra na pauta da Câmara sem discussão com categoria
Luizianne diz que não vai ceder à pressão e faz um apelo aos professores em greve

Os servidores querem a retirada da matéria da pauta de votação, alegando que não conhecem o conteúdo a ser votado. Além disso, afirmam que a matéria tira a regência, ou seja, o direito adquirido da categoria em relação ao reajuste salarial da categoria.

Na confusão, guardas municipais usaram spray de pimenta, que atingiu inclusive aos jornalistas que faziam a cobertura. Muitos professores passaram mal e ficaram ferido. O clima continua tenso.

Matéria na pauta
Apesar do protesto dos professores, os vereadores da base aliada da prefeita Luizianne Lins (PT) querem que a votação ocorra ainda nesta terça-feira. De acordo com as últimas informações, a sessão será abertas às 15 horas. O vereador João Alfredo (PSol), no entanto, não quer que a matéria seja votada. Para ele, é um “estupro ao regimento”.

Assembleia Geral
O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação do Ceará (Sindiute) convocou assembleia geral da categoria para esta quarta-feira (8), às 9 horas, em frente à Câmara Municipal de Fortaleza.

Veja também as primeiras imagens exibidas no programa Barra Pesada:

Confira algumas fotos:

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me