Ceará

Cobrança de energia em domicílios de doentes crônicos é debatida na AL

Cobrança de energia em domicílios de doentes crônicos é debatida na AL. Foto: Divulgação

As Comissões de Seguridade Social e Saúde (CSSS) e de Orçamento, Finanças e Tributação (COFT) da Assembleia Legislativa realizam, terça-feira (11), às 14 horas, no auditório Murilo Aguiar, audiência pública conjunta para debater assuntos relacionados a débitos de energia elétrica em domicílios de pacientes com doenças crônicas, dependentes de equipamento essencial à vida.

Responsabilidade
A deputada Fernanda Pessoa (PR), que solicitou o debate, afirma que a assistência à saúde dos pacientes portadores de doenças crônicas é de responsabilidade do Estado e dos planos de saúde, quando os pacientes estão internados fazendo uso de equipamentos de suporte à vida que dependem de energia elétrica para o seu funcionamento. Mas quando são transferidos para a internação domiciliar, esse ônus passa a ser assumido pelas famílias.

“Queremos realizar um debate amplo e decisivo sobre as responsabilidades de cada um. Os familiares de pacientes crônicos têm um alto custo de energia, devido à utilização de equipamentos que dão suporte à vida e precisam permanecer ligados continuamente, o que tem gerado uma dívida muito grande”, explica Fernanda Pessoa.

Convidados
Foram convidados para o debate o secretário de saúde do Estado (Sesa), Henrique Javi; a secretária de saúde de Fortaleza (SMS), Joana Maciel; a promotora de Justiça de Defesa da Saúde, Isabel Porto; o presidente da Associação Médica Cearense (AMC), Carmelo Leão; o presidente do Conselho Regional de Medicina (CRM), Ivan Moura Fé; o coordenador da Unimed Lar, médico Cristiano Rôla, além de representantes de associações, sindicatos e hospitais da rede pública e privada.

Com informações da AL


Curtir: