Em Brasília

Com ameaça de cassação, deputado André Vargas se desliga do PT

Provocação: André Vargas ficou conhecido por reproduzir o gesto de condenados do mensalão, durante passagem do ministro  do STF, Joaquim Barbosa, pela Câmara.
Provocação: André Vargas ficou conhecido por reproduzir o gesto de condenados do mensalão, durante passagem do ministro do STF, Joaquim Barbosa, pela Câmara.vargas

O deputado André Vargas (PR) pediu na sexta-feira (25) a sua desfiliação do PT, após 24 anos de filiação à legenda. Vargas encaminhou ofício ao presidente do Diretório Municipal do partido em Londrina, Gerson da Silva, para comunicar a decisão.

Cassação
Vargas, que era vice-presidente da Câmara, vem respondendo a processo de cassação do mandato no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara, por envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia federal na Operação Lava Jato.

Nota
Em nota, o deputado informa que comunicou oficialmente ao PT o desligamento após 24 anos de uma relação que lhe concedeu oportunidade de servir ao seu estado e ao Brasil. “Deixo registrado o meu sincero agradecimento”.

Defesa
Agora, sem partido, Vargas, que ainda está licenciado da Câmara, vai procurar se defender no Conselho de Ética. “Sem partido, irei dedicar-me agora à minha defesa no Conselho de Ética da Câmara, confiante de que me serão asseguradas as prerrogativas do contraditório e da ampla defesa. Confio na isenção, imparcialidade e tratamento isonômico da Câmara em relação ao meu caso, reafirmando a minha crença na democracia e no Estado de Direito”, disse.

Com informações da Agência Brasil


Curtir: