Ceará

Comissão da Assembleia inicia georreferenciamento do Sertão Central do Ceará

Comissão da Assembleia inicia georreferenciamento do Sertão Central do Ceará
Comissão da Assembleia inicia georreferenciamento do Sertão Central do Ceará

A Comissão de Triagem, Elaboração de Projetos e Criação de Novos Municípios da Assembleia Legislativa inicia, nesta quarta-feira (23/01), um trabalho de georreferenciamento dos 20 municípios da região do Sertão Central do Estado.

O anúncio foi feito pelo coordenador do projeto de georreferenciamento dos limites municipais do Estado do Ceará, deputado Neto Nunes (PMDB), durante palestra em encontro da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) com novos gestores municipais.

Limites
Expositor do painel “Limites Territoriais: o que os municípios precisam saber”, o parlamentar informou os novos prefeitos sobre o trabalho que vem sendo realizado pela Assembleia Legislativa na delimitação de territórios no Estado do Ceará. “A Assembleia Legislativa vem discutindo essa questão há anos. No entanto, muitos prefeitos são novos e não estavam presentes momento desta discussão”, explicou o deputado.

Georreferenciamento
Durante o painel, o presidente da Comissão de Triagem, Elaboração de Projetos e Criação de Novos Municípios, Antônio Carlos Mourão, informou que, de 184 municípios cearenses, 90 já estão com seus limites demarcados. O presidente afirmou que, neste ano, a Comissão procurará demarcar ainda os limites territoriais da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), que enfrenta impasses com os municípios de Maracanaú e Itaitinga. Mourão disse que contará com o apoio do novo prefeito da Capital, Roberto Cláudio, e com o presidente eleito da Assembleia Legislativa, deputado José Albuquerque (PSB).

Parceria
Também participaram do painel o chefe da Unidade Estadual do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Francisco Lopes; o gerente de Geografia Estatística e Informação do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), Lindemberg Albuquerque que desenvolvem junto com a AL o trabalho de georreferenciamento; e a presidente da Aprece, Eliane Brasileiro.

Com informações da AL


Curtir: