ALEC

Comunidades atingidas por obras da Copa reclamam das indenizações

Governador Cid Gomes no comando do VLT, durante viagem teste.

A Comissão de Viação Transporte e Desenvolvimento Urbano da Assembleia Legislativa se reuniu na tarde desta quinta-feira (10) com as comunidades de Fortaleza que são atingidas pelos projetos de infraestrutura para a Copa de 2014. O encontro foi solicitado por iniciativa do presidente da comissão, deputado Heitor Férrer (PDT).

O foco da reunião foi o projeto de implantação de um novo tipo de transporte coletivo em Fortaleza, o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), um braço do Metrofor. A obra atinge 22 comunidades de Fortaleza que reclamam dos valores oferecidos como indenização para a remoção de suas casas.

Segundo o deputado Heitor Férrer, presidente da comissão, a insatisfação dos moradores se deve, principalmente, à distância das novas moradias. “O Governo deve minimizar este impacto dando condições iguais ou melhores de habitação”, afirmou.

Comunidades
De acordo com a representante da comunidade Trilha do Senhor, na Aldeota, Rita de Cássia Laurindo, os moradores não são contra o projeto do VLT, mas não concordam com a imposição do Governo. “As autoridades têm que levar em consideração o povo pobre. Temos nossos direitos e eles estão sendo violados”, enfatizou.

Defensoria Pública
A representante da Defensoria Pública do Estado, Amélia Rocha, propôs um diálogo entre o Governo e os moradores das 22 comunidades atingidas. “Há uma diferença entre direito à moradia e direito à habitação. E o que essas pessoas querem é a manutenção dos laços comunitários já estabelecidos”, destacou.

Leia mais:
Assembleia debate impactos da Copa 2014 na população de Fortaleza
Exposição retrata comunidades que serão atingidas por obras da Copa

Com informações da Assembleia Legislativa

One thought on “Comunidades atingidas por obras da Copa reclamam das indenizações

  1. ESSES TRILHOS SEMPRE SERVIRAM AO TRANSPORTE FERROVIARIO DE CARGAS QUE SERVE AO PORTO DO MUCURIPE, COM COMBOIOS DE MAIS DE OITENTA VAGÕES TRANSPORTANDO MATERIAS INFLAMAEIS, PERECIVEIS, PARA INDUSTRIAS, CONSTRUÇÃO CIVIL E MUITOS OUTROS. ESSES COMBOIOS NUNCA FORAM ENCOMODADOS POR ESSES MORADORES DA REGIÃO POR ONDE PASSAM NEM TIVERAM ALGUMA DIFICULDADE EM SEUS TRAJETOS; SO AGORA DESCOBRIRAM QUE AS MORADIAS ENCOMODAM ! OU QUEREM ESCONDER A POBREZA DO POVO DE FORTALEZA QUE MORAM AS MARGENS DOS TRILHOS ? QUANDO É PARA PEDIR VOTOS EM EPOCA DE ELEIÇÕES ELES SÃO O MELHOR PRATO ; ENGANADOS POR PROMESSAS DE MELHORIAS EM SUAS COMUNIDADES . E ASSIM SEGUE A ENGANAÇÃO.

Comments are closed.