Fortaleza

Confusão e pancadaria em protesto de professores

Durante toda a terça-feira (07/06) professores da rede pública de ensino de Fortaleza e vereadores da capital viveram momentos de tensão em um debate acirrado. Em pauta a implantação do Piso Nacional da categoria.

Bloqueio
Na Câmara de Vereadores, os professores municipais, em greve há 42 dias, tentaram bloquear a entrada de parlamentares na Casa, numa estratégia para impedir a votação da matéria que trata do reajuste salarial e altera o regime de trabalho da categoria, mas que segundo os educadores, não atende as determinações da Lei do Piso Nacional doMagistério.

Leia também:
Audiência de conciliação é suspensa e reajuste dos professores entra na pauta da Câmara sem discussão com categoria
Luizianne diz que não vai ceder à pressão e faz um apelo aos professores em greve

Confusão
Em meio a protestos, um pelotão da Guarda Municipal usou bombas de gás lacrimogêneo, spray de pimenta e balas de borracha para conter a manifestação. Até um parlamentar foi agredido e um professor acabou sendo atropelado.

Veja na reportagem exibida no Jornal Jangadeiro com imagens de J.B.Menezes e apoio técnico de James Taylor.


Curtir:


5 thoughts on “Confusão e pancadaria em protesto de professores

  1. Eles foram covardes. Não precisava daquilo tudo, pois só haviam uns 50 professores na hora. A sociedade precisa discutir as ações da prefeita Luizianne. Cadê a democracia e os valores republicanos?

  2. Luiziane e Ronivaldo já esqueceram que são “crias” dos movimentos de rua, dos grêmios estudantis, das organizações sindicais??? Será que ela lembra do tempo de vereadora??? Muitos desses guerreiros que estão em greve aprenderam com ela….. E essa novela ainda não acabou……

  3. É brincadeira! Enquanto os professores lutam por melhores salários, pelo cumprimento da lei do piso e de uma ordem determinada pelo pobre coitado do “stf”, que manda, manda e manda, mas ninguém obedece. Eu, como cidadão sou obrigado a assistir cenas lastimáveis como as desta terça feira, a fajuta “justiça” brasileira continua prestigiando bandidos como esse Acrísio Sena que está respondendo processo por improbidade administrativa no IMPAHR, onde é acusado pelo desvio de mais de R$ 800.000,00 durante sua administração e o mesmo ao invés de estar preso é um dos vereadores que luta contra os professores, sendo nada mais, nada menos do que o principal responsável por essa emenda discarada que só arrebenda mais ainda com os salários dos professores e por toda essa seção de violência dos GMs que só gostam de bater em quem não sabe se defender. Cria vergonha na cara Luiziane, para de meter a mão no dinheiro da prefeitura, que é do povo de Fortaleza e paga os professores ou então…, quanto a você Acrísio, toma cuidado, pois estamos de olho em você.

  4. Percebemos aí o DESRESPEITO QUE A PREFEITA tem com a população, não valoriza a educação do mesmo jeito de outros setores do município. VERGONHA PARA A ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL E PARA OS VEREADORES QUE SE VENDEM. Ano que vem tem eleição…e vamos ver quais são as falsas promessas do partido dela e aliados.

Comments are closed.