Copa 2014

AEROPORTO DE FORTALEZA ENTRA EM REFORMA PARA COPA; 25 VOOS SÃO AFETADOS

Os trabalhos de reforma e ampliação do Aeroporto Internacional Pinto Martins em Fortaleza começaram na madrugada deste domingo (16) e já causam polêmica entre os passageiros que utilizam o terminal. As obras de recapeamento da pista fazem parte do projeto de modificações com vistas a Copa do Mundo de 2014 e compreende o recapeamento de 2,5 quilômetros de pista de pouso e decolagem do aeroporto, segundo a Empresa de Infraestrutura Aeroportuária.

“As obras são necessárias para que o Aeroporto de Fortaleza siga garantindo os níveis de conforto e segurança operacional da pista para seus passageiros, proporcionando também melhoria na infraestrutura para a Copa de 2014” explica o superintende da Infraero do Ceará Wellington Santos.

Voos afetados
Por conta do trabalho a pista fica fechada entre as 5 horas e as 11 horas da manhã – 25 voos que tem Fortaleza como ponto de partida ou chegada ficam prejudicados até o dia 26 de Novembro, ainda segundo a Infraero. O problema segundo os passageiros que iriam embarcar na manhã de hoje é que não houve informação sobre as alterações no horário dos vôos. Doze deles foram remarcados e 13 sofreram alterações no horário neste domingo (16).

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) recomenda aos passageiros com bilhetes marcados até o dia 26 de Novembro que procurem as companhias aéreas para confirmar o horário do vôo antes de ir ao aeroporto.

Leia mais:
Obras para a Copa no Aeroporto Pinto Martins começam neste domingo

Situação do Aeroporto de Fortaleza é apontada entre as mais graves para a Copa de 2014

Contra o Tempo
O atraso no início das obras no Aeroporto de Fortaleza é um dos mais preocupantes, ao lado de Belo Horizante (MG) e Manaus (AM) segundo a Subcomissão Temporária da Copa de 2014 e Paraolimpíada de 2016 da Câmara Federal.

Reforma
O projeto de ampliação do terminal da capital cearense tem um orçamento de R$ 397 milhões e prevê a construção de seis novas pontes de embarque e uma ampliação em 100 mil metros quadrados na área total do prédio. A expectativa é que até 2014 a capacidade atual de cinco milhões de passageiros seja ampliada para 7,5 milhões. As obras continuam até 2016, na segunda etapa do projeto.


Curtir: