Em Brasília

Corredores vazios marcam o primeiro dia do Congresso após recesso

Corredores vazios marcam o primeiro dia do Congresso após recesso

Nesta quarta-feira (1º), primeiro dia de trabalho após o fim do recesso parlamentar, até as 11h da manhã apenas nove dos 513 deputados haviam registrado presença na Câmara dos Deputados.

Com um plenário completamente vazio, o deputado Flavinho (PSC-SP) conduzia uma comissão geral sobre a parceria da Embraer com a Boeing, que pretende operar, em sistema de joint venture, os negócios e serviços de aviação comercial da empresa brasileira. A companhia norte-americana vai pagar US$ 3,8 bilhões para ficar com 80% do controle da nova operação.

O deputado, autor do requerimento da comissão geral, quer saber as eventuais consequências dessa ação para a economia, a segurança nacional e para os trabalhadores envolvidos.

Esforço concentrado
No Senado, os corredores também estão completamente vazios e na agenda da Casa não há nenhuma sessão convocada, reunião de comissão permanente ou temporária agendada. Na Câmara, essa comissão geral marcada para a manhã de hoje é a única reunião agendada. Com o prazo até domingo (5) para a realização das convenções nacionais dos partidos, onde são oficializadas as candidaturas para as eleições de outubro, a expectativa é que deputados e senadores só voltem a Brasília nos dias de esforço concentrado.

“De leve”
Segundo o presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (MDB-CE), a semana que vem e a última de agosto devem ser dedicadas a isso. A pauta deve priorizar propostas “mais leves e menos polêmicas”, mas deve ser acertada em reuniões de Eunício e Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, com os líderes partidários, de suas respectivas Casas, na semana que vem.

E ainda
Em setembro, os parlamentares também devem dar uma pausa na agenda de campanha para mais votação em esforço concentrado, mas a data ainda não foi definida. A assessoria da Câmara informou que Rodrigo Maia está no Rio de Janeiro, sem compromissos oficiais. Eunício está no Ceará, mas a assessoria não divulgou a agenda no senador.

Com informações da Agência Brasil


Curtir: