Ceará

Corregedor da Câmara recebe defesa escrita da deputada Flordelis

Corregedor da Câmara recebe defesa escrita da deputada Flordelis. A Corregedoria faz a análise prévia do caso, que poderá ser posteriormente encaminhado ao Conselho de Ética

A Corregedoria Parlamentar recebeu na quarta-feira (16) a defesa escrita da deputada Flordelis (PSD-RJ). Ela é acusada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019, em Niterói (RJ). A parlamentar diz que é inocente.

O prazo para análise e posterior parecer na Corregedoria começa na quinta-feira (17), e o corregedor da Câmara, deputado Paulo Bengtson (PTB-PA), tem até 45 dias úteis para apresentar sua conclusão. “Porém, não utilizaremos todo esse período”, afirmou.

Regras
Pelas regras da Câmara, a Corregedoria faz a análise prévia da acusação, e a Mesa Diretora, se julgar procedente, remete o caso para o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar para abertura de processo contra a deputada.

Defesa
A defesa foi entregue na quarta-feira por meio de procuração dos advogados da deputada Flordelis. Paulo Bengtson lembrou que o processo está sob sigilo e, portanto, não pode divulgar o conteúdo da documentação.

Com informações da Agência Câmara 


Curtir: