Ceará

CPI do ar-condicionado: Parecer autoriza abertura da Comissão na Câmara de Juazeiro do Norte

Câmara Municipal de Juazeiro do Norte. Foto: Blog do Madson Vagner
Câmara Municipal de Juazeiro do Norte. Foto: Blog do Madson Vagner

Com base no parecer jurídico da assessoria da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, foi autorizada a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do ar-condicionado. O relatório afirma que não haver empecilho legal para instalação da comissão.

“Não há tal condição. O documento já havia adentrado a Mesa Diretora, portanto, já estava tramitando na Casa”, argumenta o relatório, acrescentando que impedir a continuidade da matéria, que prescinde aprovação pelo plenário, resultaria enorme prejuízo as minorias que atuam no legislativo.

Requerimento
O vereador Cláudio Luz (PT), autor do requerimento que cria a CPI, comemorou. “Há indícios graves que precisam ser apurados. Os proprietários das empresas denunciadas precisam aparecer e comprovar, documentalmente, se os serviços contratados foram ou não realizados. Essa resposta a Câmara de Juazeiro deve à população”, disse.

Solicitação
O pedido de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito, denominada de CPI do Ar Condicionado, foi protocolado na última terça-feira (5) pelo vereador Cláudio Luz (PT), após tomar conhecimento da denúncia.

Denúncia
Durante pronunciamento Normando Sóracles (PSL), questionou o pagamento de cerca de R$ 1,2 milhão às empresas AMC Pinheiro, G&C Refrigeração e Maria Sheila Sousa Brito, contratadas na gestão do prefeito Raimundo Mâcedo (PMDB) para prestarem serviços de limpeza de ar condicionado e de dedetização em diversas secretarias da administração local.

Prazo
A comissão tem 90 dias para apresentar relatório em torno das investigações realizadas.

Com informações do Diário do Nordeste


Curtir: