Ceará

CUT e Centrais Sindicais promovem mobilizações e greves, nesta quinta-feira, em Fortaleza

CUT e Centrais Sindicais promovem mobilizações e greves, nesta quinta-feira, em Fortaleza
CUT e Centrais Sindicais promovem mobilizações e greves, nesta quinta-feira, em Fortaleza

A Central Única dos Trabalhadores (CUT), entidades filiadas, as demais centrais sindicais, movimentos sociais e estudantil estão engajados com greves e grandes mobilizações, que serão realizadas nas ruas de todo o país nesta quinta-feira (11 de julho), Dia Nacional de Lutas. Comerciários vão paralisar as atividades por 24 horas e os metalúrgicos devem suspender o funcionamento de algumas fábricas.

Fortaleza
Em Fortaleza, a concentração será às 8 horas, na Praça do Ferreira, no Centro da cidade.

Pauta
Com trio elétrico, representantes dos trabalhadores querem chamar a atenção da sociedade para a pauta da classe trabalhadora formada pelos seguintes itens: redução de tarifa do transporte coletivo sem cortes dos gastos sociais; destinação de 10% do orçamento da União para a saúde pública; 10% do PIB para a educação pública; fim do Fator Previdenciário; redução da jornada de trabalho para 40 horas sem cortes de salários; reforma agrária; suspensão dos leilões de petróleo; reforma política; realização de plebiscito popular; reforma urbana; democratização dos meios de comunicação; garantia dos Direitos Humanos.

Terceirizados
Os trabalhadores também são contra o projeto de lei 4330/2004, de autoria do deputado Sandro Mabel, que amplia a terceirização no país para todos os tipos de atividades. A atual legislação brasileira limita a terceirização de atividades afins, que justificam a própria existência do empreendimento. Essas funções devem ser ocupadas por empregados vinculados diretamente à empresa, diz a CUT.

“Se for aprovado, esse projeto amplia o processo de terceirização porque não estabelece limites e provoca maior precarização das condições de trabalho e enormes prejuízos para a classe trabalhadora. Somos a favor da regulamentação rígida da terceirização”, defende a presidente da CUT-CE, Joana Almeida.

Mobilização e greve
Quase 300 entidades filiadas à CUT Ceará de 14 ramos de atividade também vão realizar mobilizações, greves e paralisações durante o dia inteiro. Metalúrgicos devem suspender o funcionamento de algumas fábricas em Fortaleza. Os comerciários vão paralisar as atividades por 24 horas em Fortaleza e na região metropolitana, onde a categoria é formada por 350 mil profissionais.

A decisão foi tomada em assembleia, realizada, nesta terça-feira, na capital cearense. De acordo com o diretor da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços da CUT (Contracs/CUT), Domingos Braga, a assembléia contou com a participação massiva dos trabalhadores. “Toda a categoria vai fortalecer ainda mais a mobilização deste dia 11”, ressalta.

Interior
Também serão promovidos atos no interior do estado. Em Tabuleiro do Norte, no Vale do Jaguaribe, a concentração está prevista para 16 horas, em frente à igreja matriz do município.

Serviço: Dia Nacional de Lutas
Data: 11/ 07/ 2013 (Quinta-feira)
Hora: 08 horas (concentração) / 09 horas (Ato político)
Local: Praça do Ferreira (Centro de Fortaleza)


Curtir: