Bastidores

Danilo Forte tenta reaver presidência do PSB

Danilo Forte tenta reaver presidência do PSB

O deputado federal Danilo Forte afirma que continua trabalhando para tentar a reaver a presidência estadual do PSB. Em entrevista ao jornal O Estado, o parlamentar evitou citar nomes, mas disse que o partido errou ao mudar o comando da legenda, sem discussão prévia.

Danilo Forte foi destituído do comando do PSB, no final de abril, como punição por ter votado a favor da reforma trabalhista, na Câmara Federal, contrariando a orientação do partido.

Conforme ele, o partido tomou uma decisão de forma monocrática pelo seu presidente sem sequer dar o direito de defesa. “O partido que teve em seu leme a liberdade do socialismo não pode nunca punir sem dar o direito de defesa a ninguém. Isso está em artigo da Constituição e precisa ser preservado, porque vivemos um estado democrático”, reforça.

Recurso
O parlamentar informa que, ainda nesta semana, vai entrar com recurso na Justiça apontando a forma “autoritária e grosseira” em que o processo ocorreu. Ele observa que quando decidiu ingressar no partido já defendia as reformas, principalmente previdenciária e trabalhista, “por reconhecer que elas são a única forma do Brasil voltar a crescer”.

“Todo mundo sabe que o Brasil não vai sair do buraco sem a realização das reformas, porque não há outro meio disso acontecer e o pior é que o presidente nacional do PSB parece que não percebe essa necessidade”, adverte.

Reconstrução
O parlamentar lembra que quando assumiu a direção do PSB, o partido estava “em queda livre” e “praticamente abandonado”. “Em menos de um mês fizemos 150 comissões provisórias e o partido participou da eleição de 2016 em diversas cidades, com nove candidatos a prefeito, quatro a vice-prefeitos e 68 vereadores”.

Com informações do OE


Curtir: