Nacional

Decisão do Supremo sobre CNJ pode levar à punição de 15 juízes

A decisão do Supremo Tribunal Federal que manteve o poder do Conselho Nacional de Justiça para iniciar investigações contra magistrados poderá restabelecer 15 punições ou processos relativos a juízes que estavam suspensos por liminares judiciais.

O efeito mais significativo do julgamento de ontem do Supremo deverá ser sentido no Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso.

Leia ainda:
Corregedora Nacional de Justiça, Eliana Calmon, reafirma que há ‘bandidos de toga’      
CNJ: 35 desembargadores são acusados de cometer crimes      
Nos jornais: Para Peluso, CNJ precisa investigar corregedorias      
STJ pagou R$ 2 milhões a ministros. Calmon aponta erro mas, para juízes, quem deve ser investigada é ela  

A corte foi alvo de decisão do CNJ que determinou a aposentadoria compulsória de oito desembargadores e dois juízes de primeira instância acusados de desviar dinheiro para uma instituição ligada à maçonaria.

Porém, os magistrados estaduais recorreram ao Supremo e conseguiram liminares para serem reconduzidos aos seus cargos.

Da Folha.com