Onda de Manifestações

Defensores públicos cobram investigação de possíveis excessos da PM durante manifestação em Fortaleza

Repórter Pedro Rocha levou um tiro de bala de borracha no olho enquanto cobria as manifestações Foto: #copapraquem
Durante o protesto, manifestantes e policiais ficaram feridos. Na foto, o repórter Pedro Rocha que levou um tiro de bala de borracha no olho enquanto cobria as manifestações Foto: #copapraquem

Um grupo formado por advogados populares e defensores públicos vai pedir, nesta segunda-feira (24), ao Ministério Público Estadual (MPE) que investigue as denúncias de violação de direitos e possíveis excessos na atuação da Polícia militar do Estado durante as manifestações em Fortaleza.

Inquérito
“Estamos convocando todos que desejam a responsabilização de quem ordenou esses abusos”, destaca o movimento, acrescentando que pedirá abertura de inquérito policial contra todo alto comando da Polícia Militar e do governador Cid Gomes (PSB).

Caminhada
A partir das 8h desta segunda-feira (24), o grupo sairá em caminhada da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC) até a sede da Procuradoria Geral de Justiça, na Rua Assunção, no Centro. O ato está sendo organizado através da internet, na rede social Facebook.


Curtir:


One thought on “Defensores públicos cobram investigação de possíveis excessos da PM durante manifestação em Fortaleza

  1. E o Abuso dos manifestantes quem vai ser responsabilizado??? Vcs defensores pulblicos não vão cobrar uma investigação sobre esses Vandalos??

Comments are closed.