Bastidores

Depois dos banheiros: Téo Menezes ainda não tem apoio de partido para disputar a reeleição

Depois dos banheiros: Téo Menezes ainda não tem apoio de partido para disputar a reeleição
Depois dos banheiros: Téo Menezes ainda não tem apoio de partido para disputar a reeleição

Um político preocupado com o futuro é o jovem Téo Menezes (ex-PSDB). Depois do Escândalo dos Banheiros envolvendo o pai dele, o conselheiro afastado do TCE, Teodorico Menezes, e outros familiares, Téo anda mergulhado.

Reeleição?
O plano seria disputar a reeleição para a Assembleia Legislativa, mas ele ainda não sabe se isso será possível. O deputado não tem envolvimento direto e muito menos nenhuma condenação, mas ainda assim a avaliação nos bastidores é de que a candidatura seja barrada por ações da Justiça Eleitoral.

Partido
Outra dificuldade é entrar na disputa sem apoio partidário. Depois do Escândalos dos Banheiros, o PSDB não quis mais conversa com o parlamentar. O jovem ainda tentou migrar para o Partido Social Democrático (PSD), mas também não foi aceito por lá.


Curtir: