ALEC Denúncia Fortaleza

Deputado apoia denúncia do caos no Frotinha de Parangaba

O deputado estadual Heitor Férrer (PDT) criticou o caos no atendimento no Frotinha de Parangaba, em Fortaleza, durante pronunciamento na sessão legislativa desta terça-feira (03). Para o parlamentar, a situação merece ser tratada com mais atenção pelo poder público. “Precisamos nos sensibilizar com a situação destas pessoas que buscam atendimento”, disparou.

A declaração de Heitor foi motivada pela denúncia feita nesta segunda-feira (02) pelo presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará (Simec), doutor José Maria Pontes, que registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.) no 5º Distrito Policial, na Parangaba, contra as deficiências no atendimento prestado pelo Frotinha daquele bairro.

Um dos piores desempenhos do País
Heitor Férrer lembrou que Fortaleza tem um dos piores desempenhos do Brasil e do Nordeste, segundo o Índice de Desempenho do SUS (IDSUS), divulgado recentemente pelo Ministério da Saúde. “A situação que aí está mostra a necessidade urgente de montar uma grande rede de saúde pública para atender os fortalezenses”, sugeriu o parlamentar.

Em defesa, o líder do Governo na Assembleia Legislativa do Ceará (AL), deputado Antônio Carlos (PT) afirmou que a Prefeitura de Fortaleza tem investido em melhorias na área da saúde. Durante pronunciamento, ele considerou “descabida” a atitude do presidente do Simec em procurar uma delegacia. “Isso foi pra chamar a mídia”, declarou.

Leia também:
Em mais uma visita ao Ceará, Ministro da Saúde lança programa enquanto obras inauguradas por ele seguem sem funcionar
Deputados visitam UPA de Maranguape que segue fechada mesmo após inauguração 
Governo promete atendimento médico a 11 milhões de alunos a partir de março. Verdade ou promessa pré-eleitoral?


Curtir:


2 thoughts on “Deputado apoia denúncia do caos no Frotinha de Parangaba

  1. O descaso com o povo mostra quem são eles realmente. Quem sabe um dia o povo aprende a não mais vender seu voto…

  2. Bem.. em 8 anos de governo.. muitos remédios vitais faltaram em vários momentos! Material básico para atendimento como luvas, tb! Instalações ruins, despreparo profissional, falta de organização gerencial.. não seriam caso de polícia?!

Comments are closed.