Ceará

Deputado denuncia suposta fraude da Citeluz para conseguir liminar

Deputado denuncia suposta fraude da Citeluz para conseguir liminar. Foto: AL

O deputado Fernando Hugo (PSDB) apresentou documentos que, segundo afirma, comprovam que a empresa Citeluz fraudou processo licitatório da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania de Fortaleza (AMC) para conseguir uma liminar da Justiça.

Ele solicitou que a Procuradoria do Município e a Comissão de Licitação da Prefeitura Municipal de Fortaleza não aceitem a documentação encaminhada pela Citéluz, afirmando que o documento teria sido “forjado”.

Tradução
Fernando Hugo trouxe o fato a Casa há duas semanas, afirmando que a documentação não teria sido traduzida para o português por um tradutor juramentado, ligado à Junta Comercial do Estado, conforme exigência do edital de licitação.

Depois
Agora, o deputado informa que, após a desqualificação da empresa no processo, a Citéluz apresentou um novo documento à Justiça, “no qual a página onde a tradução foi exigida foi alterada”. “Essa empresa burlou a boa fé do juiz titular da 7ª Vara da Fazenda Pública, Carlos Augusto Gomes Correia, e apresentou uma nova versão da declaração. Desta vez, atestada por uma tradutora juramentada”. Segundo ele, o juiz, “baseado no que viu e sem perceber a troca”, expediu a liminar para a Citéluz”.

Providências
O deputado pediu que o juiz Carlos Augusto tome providências, pois tal iniciativa “fere o Código Civil, feriu a boa fé do juiz, além de tentar tornar nossa Justiça leviana”.

Com informações da AL


Curtir: