Eleições 2012

Deputado diz que aliança com Luizianne é “suicídio eleitoral”

Carlomano Marques é vice líder do governador Cid Gomes na Assembleia Legislativa

A administração da prefeita de Fortaleza e presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) no Ceará, Luizianne Lins, foi tema de discussão na sessão desta quarta-feira (14/03), na Assembleia Legislativa. Parlamentares se revezaram em pronunciamentos contra e a favor da petista.

Suicídio e Aliança
O deputado Carlomano Marques (PMDB) disse que a gestão de Luizianne deixa de fazer o básico e trata o PMDB como “algo de terceira, quarta categoria”. Por isso, o parlamentar defendeu candidatura própria da sigla na sucessão deste ano.

“A companhia política da prefeita eu não quero nem pra ir para o céu. Acho que ela não faz bem ao PMDB. Politicamente, não me identifico. Eleitoralmente, (ela) é um suicídio”, afirmou, citando pesquisas que apontariam Luizianne Lins com índice de rejeição na casa dos 69% do eleitorado da Capital.

Sem diálogo
Carlomano Marques disse que a petista não recebe vereadores e deputados aliados para audiências cujos temas são de interesse público. Além disso, emperra o andamento de obras do Governo do Estado. Como exemplo, citou R$ 300 milhões assegurados pelo Palácio da Abolição que já deveriam ter começado a ser utilizados em ações de saneamento e ainda não foram porque a Prefeitura não permite a execução dos projetos.

“Não faz, nem deixa fazer”
Carlomano lamentou o fato de apenas 53% da população de Fortaleza ter cobertura de esgoto. Conforme o deputado, os R$ 300 milhões fariam o índice subir para 66%. “O grande problema da senhora prefeita é não fazer e não deixar fazer. Tire os empecilhos e libere”, pediu, citando o veto dela à construção de um estaleiro na praia do Titanzinho.

Leia mais e veja entrevista exclusiva em:
Ciro diz que não pensa na ruptura da aliança entre PSB e PT mas sugere debate com cabo eleitoral do “poste sem luz” 

Saiba mais:
Cid afirma que “agora está tudo bem” entre ele e Luizianne Lins   
Apesar do “racha”, Luizianne acompanha visita de Dilma ao lado de Cid 
Aliado de Eunício dispara contra PT e Luizianne: “ineficiência, inoperância e incompetência” 

Partidos anunciam candidatos, mas seguem na aliança com Luizianne 

Denúncias
O peemedebista citou vários escândalos nos quais a administração de Luizianne Lins envolveu-se nos últimos oito anos. Falou em calote a fornecedores e hospitais, e denúncias de fraudes em processos licitatórios da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC), Empresa de Transporte Urbano (Etufor) e Secretaria de Inraestrutura (Seinf). Carlomano adiantou que os temas devem ser tratados em audiências solicitadas às comissões temáticas da AL.

Defesa
Em aparte, o deputado Dedé Teixeira (PT) rebateu a argumentação de que Luizianne Lins teria proibido a instalação da empresa naval no Titanzinho. “Foi todo um processo de discussão”, frisou, lamentando a postura oposicionista do ex-aliado. “É a estratégia do bater para depois soprar. Não acho decente. Não acho interessante”, comentou.

Patrícia x Luizianne
A deputada Patrícia Saboya destacou que as propagandas veiculadas pela Prefeitura mostram uma cidade perfeita, omitindo todos os problemas existentes nas áreas da saúde, educação e urbanização. “Educação de qualidade, postos de saúde funcionando, não há problemas de repasses de medicamento e recursos, não existe fila nos hospitais, o que não corresponde à realidade”, ressaltou Patrícia.

Luizianne foi alvo de críticas na Assembleia Legislativa

De acordo com a deputada, não se explica o fato de a gestão da prefeita Luizianne Lins passar por tantos problemas, já que esta tem apoio unânime dos outros poderes. “Fortaleza nunca viu antes uma união de forças tão grande como a do Governo da Luizianne. Ela tem o apoio da presidência e do governador do Estado. Não consigo entender como política, mãe de família e moradora de Fortaleza, o porquê de as coisas não darem certo nessa cidade”, questionou.

Viés Político
Para Antonio Carlos, o debate sobre a prefeita possui um viés político. “Eu nunca disse que aqui que não se pode tratar de assuntos municipais. O problema é que, ao invés de discutirmos os grandes temas que estão acontecendo no Ceará, os avanços, a pauta única tem sido tratar de uma cidade especificamente”, reclamou o deputado. Em relação às proximidades das eleições municipais, o parlamentar afirmou que gostaria que PT e PMDB continuassem coligados. “Eu acho que o PMDB é parte importante desse projeto”, opinou.

Com informações do site da AL

3 thoughts on “Deputado diz que aliança com Luizianne é “suicídio eleitoral”

  1. ultimamente os petistas estão sendo o alvos de todos aqueles que torce pelo o fracasso: pois sabe-se que o pt . Continua e será sempre o partido político mais forte do 8rasil…

  2. Que a administração de Fortaleza é uma calamidade, ninguem duvida, que o deputado Fernando Hugo critique, é válido, agora o dep. Carlomano fazer essa grita porque foi contrariado, é imoral.

  3. Carlomando marques não tem moral nenhuma pra falar de seu ninguem, devia se preoculpar em limpar seu nome,pois, o mesmo é ficha SUJA.

Comments are closed.