Greve

Deputado diz que Governo não negociará com professores em greve

Redação Jangadeiro Online

O líder do Governo Cid Gomes na Assembleia Legislativa, deputado Antonio Carlos (PT), ressaltou, na sessão plenária desta quinta-feira (25), que esteve reunido na última quarta (24) com o Comando de Greve dos professores da rede pública estadual de ensino.

Na audiência, que contou com a presença do presidente da AL, deputado Roberto Cláudio (PSB), segundo relatou, o chefe de gabinete, Ivo Gomes, reafirmou que o Governo do Estado não negociará com professores em greve.

Leia mais:
Tribunal de Justiça julga improcedente dissídio dos professores
Justiça decreta ilegalidade da greve dos professores
Professores em greve reagem às declarações de Luizianne Lins
Professores da Rede Municipal de Fortaleza aprovam greve

Tão logo acabe a greve, o Governo voltará a negociar. Mas isso não significa que não possa haver diálogo”, frisou. Conforme observou, não está se questionando o direito da greve, que está acontecendo há mais de 20 dias. De acordo com o parlamentar, também ficou definido, na reunião, que o Governo do Estado não enviará a mensagem sobre o plano do magistério para a Assembleia. “O objeto da mensagem era modificar a tabela de remuneração dos servidores e foi motivador da decisão da paralisação da categoria, já que não houve consenso”, explicou.

Antonio Carlos pontuou, ainda, que o Sindicato-Apeoc divulgou uma tabela indicando que o professor do Ceará recebia o quarto pior salário do Brasil. “Na verdade, pela proposta do Governo, o Estado daria um salto de 10 posições”, comentou. Segundo ele, pela mensagem “o professor que recebe R$ 1.400, inclusive os temporários, passaria a ter um salário de mais de R$ 2 mil”.


Curtir:


3 thoughts on “Deputado diz que Governo não negociará com professores em greve

  1. Nenhuma categoria entra em greve sem antes ter procurado dialogar. Se entraram em greve é porque o governo realmente está levando a educação a pagode á decadas. Apoio os professores, esse governador parece que não possui muita segurança em suas palavras e pouco se importa com o desenvolvimento humano dos cearences!!!!!

  2. Além da posição ridícula do Governador em não negociar com os professores em greve, vemos a posição de um membro do Partido dos Trabalhadores (PT) apoiar esse tipo de posição! Se fosse só ele, ainda estaria “bom, mas parece que toda a bancada do pT e demais partidos de esquerda apoiam a intransigência autoriária e direitista do Governador. Em outras épocas, quando era um partido de luta e oposição, o PT jamais admitiria uma coisa dessas. Agora que é base do Governo e quer manter as alianças para as aleições municipais do ano que vem, a coisa muda! DECEPÇÃO. GRANDE DECEPÇÃO.

  3. Quem diria o partido dos trabalhadores falando a favor do poder público, o que o poder não faz não é senhor deputador? eleito aliás pelos votos do trabalhador ou será que o governador votou no senhor? mesmo só com o voto dele não seria eleito. quanto ao piso, o governador usou de má fé, o pni criado por ele simulou um aumento no vencimento base, para qdo passasse a lei do piso dizer que já pagava, isto é ilegal

Comments are closed.