Greve
Atualizado em: 25/08/2011 - 8:07 pm

Redação Jangadeiro Online

O líder do Governo Cid Gomes na Assembleia Legislativa, deputado Antonio Carlos (PT), ressaltou, na sessão plenária desta quinta-feira (25), que esteve reunido na última quarta (24) com o Comando de Greve dos professores da rede pública estadual de ensino.

Na audiência, que contou com a presença do presidente da AL, deputado Roberto Cláudio (PSB), segundo relatou, o chefe de gabinete, Ivo Gomes, reafirmou que o Governo do Estado não negociará com professores em greve.

Leia mais:
Tribunal de Justiça julga improcedente dissídio dos professores
Justiça decreta ilegalidade da greve dos professores
Professores em greve reagem às declarações de Luizianne Lins
Professores da Rede Municipal de Fortaleza aprovam greve

Tão logo acabe a greve, o Governo voltará a negociar. Mas isso não significa que não possa haver diálogo”, frisou. Conforme observou, não está se questionando o direito da greve, que está acontecendo há mais de 20 dias. De acordo com o parlamentar, também ficou definido, na reunião, que o Governo do Estado não enviará a mensagem sobre o plano do magistério para a Assembleia. “O objeto da mensagem era modificar a tabela de remuneração dos servidores e foi motivador da decisão da paralisação da categoria, já que não houve consenso”, explicou.

Antonio Carlos pontuou, ainda, que o Sindicato-Apeoc divulgou uma tabela indicando que o professor do Ceará recebia o quarto pior salário do Brasil. “Na verdade, pela proposta do Governo, o Estado daria um salto de 10 posições”, comentou. Segundo ele, pela mensagem “o professor que recebe R$ 1.400, inclusive os temporários, passaria a ter um salário de mais de R$ 2 mil”.

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me