Ceará

Deputados disputam espaços em comissões da AL

Doutora Silvana anunciou que está pleiteando a presidência da Comissão de Seguridade Social e Saúde. Foto: Máximo Moura

A semana termina com definições das novas lideranças que passam a compor blocos partidários na Assembleia Legislativa do Ceará. Mas a expectativa continua para a divulgação dos nomes dos deputados que formarão as comissões permanentes da Casa.

As indicações só devem ocorrer nesta segunda-feira (13), segundo adiantou à imprensa o líder do Governo na Casa, deputado estadual Evandro Leitão (PDT), ao ser questionado sobre a tramitação das matérias de interesse do Governo na Casa. O Legislativo estadual possui 18 comissões técnicas.

Lideranças
Na sessão plenária de quinta-feira (09), foram lidos os comunicados sobre as indicações de lideranças na AL. O deputado Carlos Felipe (PCdoB) será líder do partido no biênio 2017/2018. O deputado Leonardo Araújo (PMDB) assume a liderança do bloco PMDB/PSD/PMB. Já os deputados Capitão Wagner (PR) e Ely Aguiar (PSDC) foram indicados pelo bloco parlamentar PR/PSDB/PSB/PSDC para liderança e vice-liderança, respectivamente. Evandro Leitão permanece na liderança do Governo na Casa.

Proporcionalidade
São os líderes partidários que indicam os deputados que integrarão as comissões em nome de cada legenda. Os partidos e blocos devem obedecer a regras de proporcionalidade para preencher as cadeiras das comissões. Uma vez montadas as comissões, elas devem decidir quem serão seus presidentes e vices. Na prática, porém, as lideranças partidárias decidem esses nomes através de acordos, respeitando a proporcionalidade entre as bancadas. Os membros das comissões, tradicionalmente, referendam essas escolhas.

O processo é acompanhado de perto pelo presidente da AL, deputado Zezinho Albuquerque (PDT). Alguns nomes já circulam nos corredores da Casa como indicados à presidência dos colegiados.

Provável
Mesmo ainda não havendo confirmação oficial dos escolhidos, a reportagem do jornal O Estado apurou as possíveis indicações: a deputada Bethrose (PMB) continuará à frente da presidência da comissão da Infância e Adolescência. Já a Comissão de Constituição e Justiça permanecerá sob o comando do deputado Antônio Granja (PDT) e da Educação terá como presidente a deputada Rachel Marques (PT).

Bastidores
Nos bastidores, o principal impasse está em contemplar o PMDB. A deputada Dra. Silvana (PMDB) anunciou que está pleiteando a presidência da Comissão de Seguridade Social e Saúde da Casa. De acordo com a parlamentar, o colegiado é o que mais se alinha ao seu perfil, e o objetivo, conforme observou, é fazer com que a AL produza mais. No biênio passado, Silvana esteve à frente da Comissão de Meio Ambiente.

Ainda segundo a parlamentar, alguns deputados já aconselharam “moderar o comportamento e entender que não possui perfil para tal função”, mas, de acordo com ela, os conselhos não lhe afastaram do seu propósito. “Ora, não existe isso de não ter perfil. Tenho perfil combativo e me proponho a cumprir minha missão como parlamentar, que é trabalhar pelo povo cearense”, frisou ela, acrescentando que não se considera nem de oposição e nem de situação.

Com informações do OE


Curtir: