Eleições 2014

Dilma afirma que oposição é “cara de pau” e diz ter energia redobrada para segundo mandato

Dilma afirma que oposição é "cara de pau" e diz ter energia redobrada para segundo mandato. Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Dilma afirma que oposição é “cara de pau” e diz ter energia redobrada para segundo mandato. Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

A presidente Dilma Rousseff defendeu sua gestão e a continuidade do PT no governo e afirmou que tem energia e disposição para fazer mais pelo país. As declarações foram feitas em discurso durante a festa de comemoração dos 34 anos do PT, realizada na noite desta segunda-feira (10) no Centro de Convenções do Anhembi, na zona norte de São Paulo.

Pré
A festa serviu como ato extraoficial de lançamento da pré-candidatura de Dilma à reeleição. “Possuo energia e disposição redobradas para fazer mais”. Dilma declarou que o modelo petista tem condições de criar mais oportunidades para a população e que a oposição tenta criar um clima de “fim de mundo” diante de desequilíbrios circunstanciais da economia internacional.

Discurso
Para a petista, o “fim do mundo chegou” para a própria oposição quando o destino do país começou a escapar “por entre seus dedos”. Dilma passou, então, a citar as transformações por que passou o país desde o início do governo Lula. Ela lançou mão de várias estatísticas para destacar a elevação da renda, a redução do desemprego e a diminuição da desigualdade.

“Cara de pau”
“Eles têm a cara de pau de dizer que o ciclo do PT acabou, que o nosso modelo se esgotou, que já demos o que tínhamos de dar”, afirmou Dilma, em referência à oposição. Segundo a presidente, os que dizem isso “são os mesmos” que anunciavam uma fuga de empresários do país antes da posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que diziam que o Brasil afundaria em crises econômicas no passado recente.

‘Farinha do mesmo saco’
Antes de Dilma, o presidente nacional do PT, deputado federal Rui Falcão (SP), conclamou a militância do partido a lutar pela reeleição de Dilma e disse que os opositores da presidente são “farinha do mesmo saco”. Militantes petistas ocuparam mais de dois terços de um auditório com capacidade para 2.100 pessoas no Anhembi. Ausente por causa de uma viagem aos Estados Unidos, o ex-presidente Lula participou da comemoração com um discurso exibido em um telão.

Com informações do Uol


Curtir: