Bastidores

Dilma avisa PMDB que vai trocar Mercadante por Jaques Wagner

Dilma avisa PMDB que vai trocar Mercadante por Jaques Wagner
Dilma avisa PMDB que vai trocar Mercadante por Jaques Wagner

A presidente Dilma Rousseff informou à cúpula do PMDB nesta quarta-feira (30) que decidiu trocar o ministro Aloizio Mercadante (Casa Civil) por Jaques Wagner (Defesa). Antes, ela já havia acertado com Mercadante que ele irá assumir o Ministério da Educação, que hoje é comandado por Renato Janine Ribeiro.

A troca atende a pressões do ex-presidente Lula e do PMDB, que enxergavam no atual ministro da Casa Civil um fator desagregador dentro do Palácio do Planalto, contribuindo para a crise política que atinge a presidente Dilma e seu governo.

PT
Segundo um líder peemedebista, a troca de Mercadante por Wagner busca atender principalmente o PT, que será a legenda que mais perderá ministérios na reforma ministerial programada inicialmente para ser anunciada nesta quinta-feira (1°).

Jaques Wagner tem o apoio do ex-presidente Lula e tem melhor trânsito dentro do partido do que Mercadante.
Os petistas vão perder o Ministério da Saúde e também duas das três secretarias da área social -Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos-, que serão fundidas no Ministério da Cidadania.

PMDB
O PMDB, partido que vinha pedindo a saída de Mercadante, por exemplo, vai ampliar sua participação de seis para sete pastas na nova Esplanada dos Ministérios. Com a mudança, Mercadante retorna à pasta que ocupava antes de assumir a Casa Civil.

Dilma acatou a pressão de PMDB e integrantes do PT para colocar no lugar do petista alguém com menos desgastes e que possa auxiliá-la no combate à crise. Com a ida de Jaques Wagner para Casa Civil, para o seu lugar irá o ministro Aldo Rebelo (Ciência e Tecnologia). A atual pasta do representante do PC do B no governo está sendo oferecida ao PSB, para que a legenda volte à base do governo, e para o PMDB.

Com informações da Folha


Curtir: