Corrida presidencial

Dilma e Aécio transformam debate em troca-troca de “podres” e pontos fracos

Dilma e Aécio transformam debate em troca-troca de "podres" e pontos fracos
Dilma e Aécio transformam debate em troca-troca de “podres” e pontos fracos

Corrupção, nomeação de parentes, mentira, desrespeito, desinformação, falta de transparência, suspeitas, bebida, investigações… Sem trégua em nenhum dos blocos, Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) centraram fogo no adversário usando esses temas como armas em suas perguntas e respostas no debate promovido por UOL, SBT e Jovem Pan nesta quinta-feira (16).

O tiroteio deixou em segundo plano a discussão sobre temas de programas do governo das candidaturas do PT e do PSDB à Presidência da República.

Agressividade
O debate teve alto nível de agressividade entre os dois candidatos do começo ao fim. No primeiro bloco, as denúncias de corrupção e de nepotismo nas gestões dos presidenciáveis deram a tônica.

E ainda
Aécio questionou Dilma sobre a nova denúncia divulgada sobre a Petrobras — o TCU (Tribunal de Contas da União) vai apurar supostas fraudes em obras do Comperj (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro), que incluem construções que estavam sendo geridas pelo ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa.

Com informações do UOL


Curtir: