Ceará
Atualizado em: 11/08/2011 - 12:13 pm

Dilma e sua comitiva de ministros e senadores no Complexo Portuário do Pecém (Foto: Governo do Estado)

A presidente Dilma Rousseff já está no Complexo Portuário do Pecém, onde deu início a terraplanagem da Companhia Siderúrgica. Ela chegou de helicóptero, juntamente com o governador Cid Gomes (PSB) e uma comitiva de ministros e senadores cearenses, e está visitando as obras. Dilma fez questão de conhecer o maquinário usado na construção, chegando até a subir em um trator.

Leia mais:
Dilma reconhece situação precária das estradas cearenses
Início da terraplanagem na Siderúrgica do Pecém é o primeiro compromisso de Dilma no Ceará

Seguindo a agenda, a presidente segue para o Porto do Pecém, onde inaugura a correia transportadora de minério e o Terminal de Múltiplo Uso (TMUT) ainda na manhã desta quinta-feira (11). De tarde, Dilma segue para a cidade de Pacajus, também na Região Metropolitana (RMF), onde deve inaugurar a Policlínica Regional e o Polo 1 do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Correia Transportadora de Minério no Porto do Pecém (Foto: Governo do Estado)

Correia Transportadora
Com seis quilômetros de extensão e capacidade para movimentar 2.400 toneladas por hora, o sistema de correias transportadoras do Complexo Industrial do Porto do Pecém (CIPP) equivale a 200 caminhões/hora (12 toneladas cada) carregados com minérios.

O sistema é composto por três tramos, sendo um transportador convencional (interligado no píer 1 aos descarregadores de navios GSU e CSU), dois transportadores tubulares, com tecnologia alemã e fabricação totalmente nacional.

Além da elevada capacidade de transporte, as correias transportadoras instaladas no CIPP realizam o transporte de forma totalmente fechada evitando, assim, a geração de pós de minérios durante o trajeto, um ganho ao meio ambiente da região.

Terminal de Múltiplo Uso
O Terminal de Múltiplas Utilidades do Porto do Pecém (TMUT) vai quintuplicar a capacidade na movimentação de contêineres, passando, das atuais 150 mil contêineres/ano, para uma projeção de movimentação estimada em 750 mil unidades por ano. Ao todo, foram investidos R$ 414 milhões, sendo gerados 800 empregos diretos.

Terminal de Múltiplas Utilidades do Porto do Pecém (TMUT) (Foto: Governo do Estado)

As obras do Terminal incluíram serviços de ampliação da ponte em 348 metros e do quebra-mar em mais mil metros. Na obra, entrarão ainda em operação dois berços de 350 metros cada, que fazem parte do cais do TMUT. Esses dois berços contarão com 87 mil metros quadrados de retro área para estoque de contêineres e plugagem de contêineres refrigerados.

Nessa ampliação, o porto, localizado no município de São Gonçalo do Amarante, vai disponibilizar mais 420 tomadas para os contêineres, destinados à movimentação de frutas e alimentos perecíveis, totalizando 1.300 tomadas no somatório com as atuais.

 Com informações da repórter Kamilla Ladeira

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me