Polêmica

Dilma retira irmão de ministro e nomeia novo presidente da Codevasf

Dilma Rousseff e Fernando Bezerra

A nomeação do novo presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Guilherme Gonçalves de Almeida, foi publicada nesta terça-feira (10) no Diário Oficial da União. O decreto de nomeação é assinado pela presidente Dilma Rousseff. A indicação de Almeida foi anunciada no dia 6 pela Casa Civil em nota oficial.

De acordo com a nota, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, encaminhou o pedido de nomeação de Almeida há 50 dias. O documento informa ainda que o irmão do ministro, Clementino de Souza Coelho, exercia o cargo provisoriamente por ser o integrante mais antigo da Codevasf.

O irmão do ministro assumiu a presidência da Codevasf 21 dias após a posse de Bezerra no Ministério da Integração Nacional – em 24 de janeiro de 2011. Na ocasião, Orlando Cézar da Costa Castro foi exonerado. Segundo o estatuto da empresa, o diretor mais antigo é que deve assumir o cargo interinamente. Como Clementino se enquadrava nessa exigência, permaneceu na função.

A interinidade de Clementino Coelho gerou polêmica e acusações contra o ministro, que negou nepotismo. No Ministério da Integração Nacional, a informação é que o irmão do ministro ocupou o cargo “de acordo com o estatuto da empresa”.

Leia também:
Integração é feudo do PSB e do governador de Pernambuco. Ou: é assim que a roda gira no Brasil   
Nos jornais: Bezerra usa ministério para prestigiar irmão

Veja também:
Marco Antonio Villa fala sobre “engenharia da corrupção” no Primeiro Plano   
Vídeo: Marco Antonio Villa fala sobre corrupção no Primeiro Plano 


Com informações da Agência Brasil