Articulação
Atualizado em: 16/08/2011 - 5:53 am

Bolo com os bonecos da presidente Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer durante a última reunião da base aliada no primeiro semestre. Foto: Valter Campanato/ABr

Diante das informações de “insatisfação crescente” da base aliada no Congresso Nacional, a presidente Dilma Rousseff (PT) tratou de reunir, na noite desta segunda-feira (15), integrantes do PT e do PMDB, os dois principais partidos governistas, para um encontro em Brasília. A reunião faz parte da estratégia da presidente de aproximação com a base.

Durante à tarde, Dilma decidiu chamar o PT e o PMDB para uma conversa no Palácio do Planalto e cancelou seu último compromisso do dia, com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, para poder conversar com os aliados.

Leia ainda:
Nos jornais: Em ‘recado’, base aliada não vota decreto presidencial e derrota Dilma 

Governo vai começar a liberar emendas parlamentares, diz Gilberto Carvalho   
Amor ou conveniência?

De acordo com a assessoria de imprensa do Planalto, a presidente pretende realizar esses encontros com os demais partidos aliados. A atitude da presidenta ocorre em meio a rumores de insatisfação na base e denúncias de corrupção em ministérios comandados pelos partidos aliados. Muitos aliados reclamam da demora na liberação de emendas parlamentares.

Com informações da Agência Brasil

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me