Eleições 2012

Eleições 2012: Elmano comemora números do Ideb e cita melhorias na educação de Fortaleza

Elmano comemora números do Ideb e cita melhorias na educação de Fortaleza. Foto: Fábio Lima/Divulgação

O candidato do PT a prefeito de Fortaleza, Elmano de Freitas, participou na noite desta quinta-feira (16) do II Simpósio Político da Universidade Vale do Acaraú (UVA), em um colégio particular no bairro Bonsucesso. “O nosso povo precisa de um prefeito que conhece a cidade, que conhece a máquina pública”, afirmou argumentando que ele seria o melhor nome para governar a capital nos próximos quatro anos.

A mediação do encontro foi feita pelo professor Renato Augusto. Também participaram os candidatos Valdeci Cunha e Moroni Torgan.

Avanços
O candidato do PT falou dos avanços na educação municipal comemorando os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Segundo ele, a melhora é por conta da valorização dos professores, da construção de laboratórios de informática e de outras ações má rede de ensino municipal.

Propostas
Elmano de Freitas citou algumas de suas propostas para a educação, como reservar um terço da carga horária para que os professores possa planejar suas aulas. “Vou entregar um computador para cada aluno”, complementou. Outra proposta dele é integrar a educação com cultura e esporte.

Mobilidade e Copa
Respondendo à pergunta da plateia sobre melhoria da mobilidade urbana para receber a Copa do Mundo, Elmano disse que já existe dinheiro em caixa para obras na Paulino Rocha, na Dedé Brasil e na Alberto Craveiro. “O desafio é o nosso ônibus andar mais rápido. Já temos a passagem mais barata, mas vou enfrentar as filas nos terminais com corredores exclusivos”‘ discursou. “Tem candidato que é contra a Copa do Mundo. Eu sou a favor porque melhora o turismo e melhora a mobilidade urbana”, afirmou.

Saúde
Em relação à saúde, Elmano contou que há um problema histórico no Ceará. “Não se construiu um hospital”, disse referindo-se ao Interior do Estado. Segundo o candidato, antes eram 78 equipes do Programa Saúde da Família (PSF) e que agora são 255. “Nossa meta é dobrar a cobertura do PSF.” Além disso, ele ressaltou que o Hospital da Mulher está funcionando. “As duas primeiras crianças nascidas no Hospital da Mulher são do interior. Uma mulher para parir no Inteirior precisa vir para Fortaleza”, observou.

 


Curtir: