Eleições 2012

Eleições 2012: Inácio faz carreata no José Walter e reafirma propostas para Saúde

Inácio faz carreata no José Walter e reafirma propostas para Saúde. Foto: Chico Gomes/Divulgação

O candidato do PCdoB à prefeitura de Fortaleza, Inácio Arruda, participou de carreata pelas ruas do Conjunto José Walter no sábado (04). Motoristas em carros e motos, além de ciclistas, participaram de manifestação de apoio a Inácio como próximo prefeito de Fortaleza.

Apoio
Durante o evento de campanha que mobilizou moradores do grande José Walter e de bairros vizinhos, Inácio contou com o apoio do secretário de Saúde do Governo do Estado, o médico Arruda Bastos, do deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) e de vários candidatos a vereador de Fortaleza pelo PCdoB.

Percurso e proposta
A carreata partiu da Avenida N, no Planalto Ayrton Senna, e percorreu as principais ruas do José Walter, encerrando-se na Avenida L. Ao final da carreata, Inácio agradeceu o apoio de todos os participantes falou sobre suas propostas para a saúde, destacando a importância de ampliar e equipar o Gonzaguinha do José Walter.

“O Gonzaguinha já não pode ser mais Gonzaguinha. Tem que ser transformado em Gonzagão, tendo um nível de porte médio, de média complexidade, com cirurgia, pediatria, com clínica, com obstetrícia e garantindo um atendimento com qualidade”, ressalta Inácio.

Centro
Antes de passar pelo José Walter, Inácio Arruda fez caminhada pelas ruas do centro de Fortaleza. O candidato chegou a Praça do Ferreira acompanhado do deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB-SP), de dirigentes do partido e de militantes.

“Esta é uma campanha pé-no-chão, olho no olho, mostrando nossas propostas e ouvindo sugestões”, explicou Inácio, lembrando “que a praça é do povo” e que é na praça que “temos condições de oferecer nosso material,  de conversar diretamente com as pessoas”, acrescentou.

Reivindicações
Durante a caminhada, o Inácio Arruda conversou com camelões que aproveitaram para fazer suas reivindicações ao candidato do PCdoB. A maioria diz que trabalha em condições precárias e pede um local com infraestrutura e segurança onde possam vender seus produtos.


Curtir: