Eleições 2012

Eleições 2012: Inácio ganha reforço de Protógenes no debate sobre Segurança Pública

Protógenes Queiroz está em Fortaleza para dar apoio a campanha de Inácio Arruda. Foto: Kézya Diniz/ Via Instagram

O deputado federal pelo estado de São Paulo, Protógenes Queiroz (PCdoB), veio a Fortaleza para dar apoio à campanha de Inácio Arruda na disputa pela prefeitura de Fortaleza. O parlamentar cumpre agenda ao lado do candidato até o fim desta semana. A programação de atividades inclui entrevistas, visitas a comunidades e reunião com lideranças.

Segurança Pública
O deputado do PCdoB é delegado da Polícia Federal, licenciado, e veio a Fortaleza para discutir e dar sugestões na área da Segurança Pública que poderão ser incluídas no Programa de Governo de Inácio Arruda para a administração de Fortaleza.

Propostas
Entre as principais propostas apresentadas estão a implantação das Unidades de Polícia Pacificadora, mais conhecidas como UPP’s, e a formação de uma Guarda Municipal armada e com poderes de polícia para atuar de forma integradas com as polícias Federal e Militar.

Dever do município
Durante entrevista coletiva à imprensa,  Protógenes destacou a importância de o Município atuar também na segurança, com uma concepção ampla. “É um equívoco pensar que segurança pública é polícia armada e ostensiva. A questão é bem mais ampla e importante”, afirmou, defendendo políticas de segurança ligadas à ação social.

“Não há como dissociar segurança pública de ação social. É aí onde entra a atuação do município no setor. É preciso ter ações concretas, com políticas públicas voltadas para as pessoas. O Estado não pode manter-se indiferente às comunidades e tratar cidadãos como subcidadãos. Segurança se corrige com ação social e não com tiro, porrada e bomba”, defendeu.

Clamor Social
Inácio Arruda reforçou que a segurança pública tem sido uma das principais reivindicações da população, nas atividades de campanha nos bairros da capitalcearense. “Estamos visitando comunidades carentes da cidade e esta tem sido uma demanda do povo porque é algo que mexe objetivamente com as pessoas”, ressaltou.

Leia ainda:
Eleições 2012: Inácio vai a feira e é alertado para cancelar visita por causa da insegurança

Aqui não!
Citando a caminhada realizada na terça-feira (24), na região do grande Bom Jardim, quando foi alertado do perigo de entrar na Comunidade do Marrocos, Inácio destacou a importância de se ouvir as pessoas nessas atividades. “Na comunidade do Marrocos, enfrentamos as ameaças, entramos na comunidade, ouvimos as pessoas e percebemos que a realidade de lá é de miséria e total abandono do poder público. 98% das pessoas são gente boa, que quer trabalhar. Só a pequena parte das pessoas que caíram na marginalidade impede que aqueles cidadãos não vivam com tranquilidade”, disse.


Curtir: