Eleições 2012

Eleições 2012: Renato Roseno visita moradores ameaçados de remoção no Serviluz

Roseno aponta as marcas que indicam as casas que poderão ser removidas. Foto: Assessoria

O candidato do Psol à prefeitura de Fortaleza, Renato Roseno, visitou moradores ameaçados de remoção no bairro Serviluz na manhã deste sábado (07). O candidato foi acompanhado por militantes e candidatos a vereador pelo partido. Também participaram da caminhada, representantes do Fórum pela Educação da Praia do Futuro, surfistas e pescadores.

Contra remoção
Em apoio às lutas contra as remoções, o candidato do Psol criticou a expulsão dos moradores e o que considera como “a transformação da cidade em mercadoria”. “O poder público age de forma autoritária com os moradores desta e de várias outras comunidades ameaçadas de remoção. Tudo para produzir uma cidade voltada não para os que nela vivem, mas para o turismo de luxo. Não por acaso, o VLT [Veículo Leve sobre Trilhos] não passa pelas ruas do Serviluz, mas vai só até o porto de passageiros, servindo a quem chega de cruzeiro”, enfatizou.

Abandono e Insegurança
Na ocasião, eles falaram das ações realizadas pela população e criticaram o abandono por parte do poder público. O descontentamento também foi expresso durante as conversas com as moradoras que receberam o candidato do Psol, no portão de casa. Uma delas, Zilma Medeiros, lamentou a violência que marca a cidade: “A gente só vê mãe chorando na televisão. Nesses dias nós perdemos mais dois meninos daqui”, disse.

Caminhada teve início no farol velho e passou por diversas ruas do bairro. Foto: Raíssa Veloso

Em contato com os moradores Renato Roseno defendeu mudanças na administração de Fortaleza.  “O problema da violência só será resolvido com o alargamento dos direitos. É preciso ter mais praças, parques e escolas para que a juventude possa ter opções de vida”, disse.

Campanha de resistência
O candidato destacou que a campanha da coligação “A Fortaleza que nos move” (PSOL / PCB) será de caminhada pela cidade, uma vez que pretende dialogar com a população e fortalecer as lutas contra o modelo de desenvolvimento que está sendo implementado.

Já o vereador licenciado João Alfredo (Psol), coordenador da campanha, lembrou o compromisso que possuem aqueles e aquelas que ali estavam com as lutas do Serviluz: “Nós estivemos juntos na resistência ao estaleiro no Titanzinho, contra a retirada do Campo do Paulista e em defesa da efetivação do Serviluz como Zona Especial de Interessa Social. É por isso que nós fazemos uma campanha não de promessas, mas de compromisso”, enfatizou.


Curtir: