Eleições 2014

Eleições 2014: Presidente do TRE do Ceará homologa Planejamento Integrado

Desembargadora Iracema do Vale é a presidente do TRE do Ceará. Foto: Divulgação
Desembargadora Iracema do Vale é a presidente do TRE do Ceará. Foto: Divulgação

A presidente do TRE-CE, desembargadora Maria Iracema Martins do Vale, homologou o Planejamento Integrado das Eleições 2014 e confirmou o propósito de “assegurar as justas expectativas dos cidadãos brasileiros, com a realização de uma eleição organizada, segura e transparente, consolidando-se a função constitucional da Justiça Eleitoral”.

Planejamento
O Planejamento Integrado de Eleições é o instrumento de gestão estratégica da Justiça Eleitoral do Ceará para consolidar as informações referentes às diversas etapas do processo eleitoral. Essa abordagem de condução gerencial foi utilizada nas Eleições 2012 e viabilizou o acompanhamento das atividades, com a identificação oportuna de riscos, problemas e mudanças, proporcionando um melhor processo para tomada de decisões e para monitoramento do desempenho institucional.

Ações
O Planejamento Integrado das Eleições mapeia as ações de infraestrutura, logística e capacitação, bem como as atividades eleitorais propriamente ditas, desde o período correspondente ao final do prazo do alistamento eleitoral, passando pelo registro de candidaturas, votação, apuração, totalização, divulgação dos resultados, prestação de contas até a diplomação dos eleitos.

Atividades
Todas as atividades de eleição foram agrupadas nos 12 (doze) projetos que integram o Programa Eleições 2014, a seguir descritos:

  • • Apoio Técnico: reúne as atividades relacionadas à operação dos sistemas eleitorais e das urnas eletrônicas, incluindo a atuação dos Núcleos de Apoio Técnico;
  • • Avaliação: contempla as atividades necessárias à realização do processo de avaliação institucional e compilação do Relatório das Eleições;
  • • Cadastro Eleitoral: compila as atividades preparatórias do Cadastro Eleitoral para a realização da votação eletrônica;
  • • Comunicação: trata das atividades que mantêm os públicos interno e externo atualizados quanto às informações relacionadas ao pleito;
  • • Convocados: estabelece as atividades de preparação dos mesários e demais convocados para o exercício das funções eleitorais;
  • • Eventos: promove as atividades necessárias à realização de diversos eventos relacionados ao pleito;
  • • Final de Alistamento: define as ações estruturadas para realizar o atendimento ao eleitor no período anterior ao fechamento do Cadastro Eleitoral;
  • • Materiais e Serviços: agrega as ações e procedimentos para aquisição de materiais e contratação de serviços para a realização do pleito;
  • • Prestação de Contas: viabiliza a análise e o julgamento de contas eleitorais referentes ao pleito;
  • • Propaganda Eleitoral: estrutura as atividades necessárias à fiscalização da propaganda eleitoral promovida pelos candidatos e partidos e à efetivação do poder de polícia;
  • • Registro de Candidaturas: estabelece as ações para tramitação dos processos de registro das candidaturas apresentadas pelos partidos políticos;
  • • Urnas Eletrônicas: providencia a logística das urnas eletrônicas que serão usadas no pleito.

Líder
Para cada projeto foi designado um líder, a quem coube identificar e o detalhar o escopo, indicando a descrição das atividades previstas com respectivos prazos e responsáveis, e o orçamento, detalhando a relação planejada de despesas e de aquisições de bens e serviços. A análise de impacto e a aprovação dos planos foram realizadas pelo Comitê Estratégico da Justiça Eleitoral do Ceará.

Com informações da Assessoria


Curtir: