Eleições 2012 Partidos

Eliane Novais vai à Brasília entregar representação contra PSB de Fortaleza

Eliane Novais (PSB) diz que vem sofrendo perseguição política. Foto: Kézya Diniz

Contrariada por ter sido excluída dos programas partidários e da pesquisa de intenção de voto contratada pelo PSB para a eleição em Fortaleza, a deputada Eliane Novais (PSB) apresenta, nesta terça-feira (15) representação à direção nacional do partido em Brasília.

Polêmica
A eleições municipais em Fortaleza continuam alimentando a desavença interna no PSB, tendo de um lado o chamado grupo histórico, comandado pela deputada Eliane Novais , e do outro os aliados do governador Cid Gomes.

Perseguição?
Eliane Novais se diz vítima de perseguição política. Ela reclama que foi excluída da pesquisa encomendada pela sigla sobre possíveis nomes à sucessão e também das inserções no programa partidário do rádio e da TV. Por isso, a parlamentar foi à Brasília onde entrega pessoalmente, nesta terça,  à direção nacional do partido uma representação contra a conduta do PSB no Estado.

Acompanhe o trecho da entrevista com a deputada Eliane Novais:

AUDIO ELIANE NOVAIS 1 

De acordo com a parlamentar, o governador Cid Gomes, presidente estadual da legenda no Ceará, teria participado da reunião que discutiu a realização da pesquisa. Eliane Novais afirma que, na ocasião, teria colocado também seu nome à disposição como pré-candidata.

Com cautela e sem Inácio
A deputada Eliane Novais se mantém cautelosa sobre o caminho que seu grupo tomará caso o PSB quebre a aliança com o PT nas eleições de ano. Mas, uma certeza ela tem: não aceitará um possível acordo com o PC do B em torno do pré-candidato comunista, Inácio Arruda.

Traição
A parlamentar ainda reclama dos procedimentos adotados pelo governador Cid Gomes no encaminhamento do processo eleitoral e diz que romper com o PT “em pleno processo de sucessão” eleitoral seria uma “traição”.

Acompanhe outro trecho da entrevista com a deputada Eliane Novais:

AUDIO ELIANE NOVAIS 2

Leia mais:
Racha no PSB: José Sarto diz que foi agredido e acusa Novais de contratar capangas  
Veja o vídeo: Em reunião tumultuada, Sérgio Novais é destituído e Karlo Kardoso é eleito novo presidente do PSB em Fortaleza 
Racha no PSB: Sérgio Novais reafirma que reunião foi ilegal e articula Congresso neste sábado 
Eliane Novais diz que não houve reunião e Sérgio continua no comando do PSB em Fortaleza 

Trabalho Escravo
Ainda em Brasília, a deputada também participa de uma reunião da CPI da Câmara dos Deputados que investiga a exploração do trabalho escravo no País. A parlamentar recebeu convite do presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, deputado Cláudio Puty (PT-PA). Na ocasião, Eliane aprofundará dados sobre a situação do trabalho escravo no Ceará e apresentará propostas de ações que visam fortalecer a fiscalização na área.

A CPI do Trabalho Escravo foi criada para investigar denúncias de trabalho escravo com base em lista elaborada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), conhecida como lista suja. Atualmente, 292 empregadores estão na relação, acusados de explorar mão de obra de forma análoga à escravidão.

Com a colaboração da jornalista Dina Sampaio


Curtir: