Bastidores

Ely diz que “herança de Cid” atrapalha Camilo

Ely diz que “herança de Cid” atrapalha Camilo. Foto: AL
Ely diz que “herança de Cid” atrapalha Camilo. Foto: AL

“O governador Camilo Santana tem vontade de fazer uma boa administração, mas não terá condição de fazer isso porque o governo anterior (Cid Gomes) quebrou o Estado com a produção de obras faraônicas”. A crítica é do deputado estadual Ely Aguiar, presidente regional do PSDC, acrescentando que o novo gestor estadual não tem dinheiro para executar os projetos.

As “obras faraônicas” apontadas pelo parlamentar são, dentre outras, a Arena Castelão, o Acquario Ceará e até mesmo a linga Leste do Metrô de Fortaleza.

Sem condições
Conforme o parlamentar, o Ceará não tinha condição de participar da Copa do Mundo e o ex-governador Cid Gomes fez todos os esforços para incluir a capital cearense entre as cidades-sede “por questão de vaidade” e, assim, segundo Ely Aguiar, prejudicou a implementação de outras obras e projetos que seriam necessários para atender as demandas da população. “Nós não tínhamos condição de fazer uma Copa do Mundo, porque o único legado que ela deixou foi o zika vírus”, acusou.

Ponte
O parlamentar observou que “felizmente” o governo passado não deu início ao polêmico projeto da Ponte Estaiada, “porque, se tivesse tocado para a frente, seria mais uma obra parada que estaria se juntando às demais”.

Impostos
“O governador Camilo Santana está sem dinheiro para dar continuidade às obras que foram deixadas pelo gestor estadual passado. A alternativa que o governador Camilo encontrou foi mandar mensagem para a Assembleia Legislativa criando impostos e aumentando os que já existiam. Isso é péssimo para a população que já paga imposto demais”, alerta.

Com informações do OE


Curtir: