Ceará, Greve
Atualizado em: 22/08/2011 - 7:49 pm

Professores cobram a implantação imedidata da Lei do Piso Nacional do Magistério. Foto: Caroline Ribeiro

Da Redação do Jangadeiro Online

Os professores da rede pública estadual, em greve, decidiram, em assembleia geral, dar continuidade a paralisação, que já dura 21 dias. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (22), às 15h, no ginásio Paulo Sarasate.

Nesta terça-feira (23), os representantes da categoria vão se reunir com o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Roberto Cláudio. O objetivo é discutir uma possível intermediação do deputado em uma reunião entre a categoria e o governador Cid Gomes.

Próximos passos
De acordo com o presidente do Sindicato APEOC, Anízio Melo, os professores vão realizar vigília nesta quinta-feira (25), na sede da Assembleia Legislativa. Na próxima segunda-feira (29), os integrantes da categoria se reunirão em assembleia geral, no Ginásio Aécio de Borba, às 15h, para decidir os rumos da greve.

Reivindicação
A principal reivindicação da categoria é que a Lei Nacional do Piso Salarial repercuta em toda a carreira do magistério, em todos os níveis salariais.

Leia mais:
Professores estaduais realizam assembleia geral nesta segunda
Professores da rede pública estadual decidem entrar em greve por tempo indeterminado

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me