Eleições 2014

Em convenção, PSOL confirma candidatura Ailton Lopes para governo do Ceará

Em convenção, PSOL confirma candidatura Ailton Lopes para governo do Ceará
Em convenção, PSOL confirma candidatura Ailton Lopes para governo do Ceará

O PSOL confirmou, em convenção estadual do partido realizada no domingo (15), o nome do sindicalista Ailton Lopes para concorrer ao governo do Ceará nas eleições de outubro. A coligação formada pelo PSTU, PCB e PSOL, denominada de Frente de Esquerda Socialista, definiu ainda o nome de Jean Carlos (PCB) a vice-governador e do sindicalista Valdir Pereira (PSTU) para o Senado.

A formação da coligação, segundo ressaltam, demonstra a síntese política que as organizações vêm adquirindo nas diversas lutas que travam em conjunto no estado do Ceará. Para além das próprias eleições, à frente também deve reverberar uma agenda de lutas unitária, conectada com as demandas da juventude e dos trabalhadores que têm ocupado as ruas para conquistar direitos.

Críticas
Ailton assume o posto de candidato ao governo num discurso com fortes e duras críticas ao modelo administrativo atual. Ailton disse acreditar ser única esquerda desde a era Tasso Jereissati, justificando com os demais candidatos, em algum momento, já pactuaram com o modelo administrativo vigente. Segundo ele, uma gestão “atrasada” onde o Estado não está a serviço da população, mas do agronegócio e outras forças capitalistas. “A saúde, a educação, a moradia popular estão fora das pautas prioritárias do atual modelo adotado”, concluiu, acrescentando que a falta de políticas públicas de qualidade fizeram a população insurgir e ocupar as ruas no ano passado.

Segurança
Ao criticar os investimentos em segurança pública do atual governo, Ailton argumentou que não existe “solução mágica” para nada, porém, se fazem necessário, além da repressão, adotarem-se demandas prioritárias para o povo, entre elas investimentos em equipamentos públicos voltados para a profissionalização e ocupação dos jovens. “Precisamos tornar a sociedade mais justas”, salientou, ao complementar a necessidade da formação adequada dos profissionais da segurança pública com caráter mais humanitário.

O sindicalista discursou na convenção reafirmando o apoio em prol da classe trabalhadora e fez críticas ao governo atual.

Legislativo
Na ocasião, os representantes do Psol também apresentaram a articulação do projeto objetivando eleger uma bancada “forte” no Legislativo estadual nas eleições deste ano. Entre os candidatos a uma vaga na Assembleia Legislativa estão o vereador João Alfredo e o advogado Renato Roseno, que nas eleições municipais de 2012 disputou à Prefeitura de Fortaleza.

A chapa de proporcionais conta ainda com ambientalistas, professores, militantes de movimentos sociais, dentre outros, permitindo que, segundo Ailton Lopes, o partido fortaleça as lutas populares, bem como eleger, no Estado, parlamentares de “combate um Legislativo subserviente ao Governo”.


Curtir: