Fortaleza

Em entrevista coletiva, Luizianne comenta decisões sobre o valor da passagem de ônibus

Luizianne Lins
Luizianne Lins concede entrevista coletiva às 10h desta sexta-feira

A prefeita Luizianne Lins adiou a entrevista coletiva para às 10h desta sexta-feira (14), para comentar a decisão judicial que deixou o preço da passagem de ônibus mais caro e falar sobre a nova determinação que derrubou a liminar, fazendo com que a tarifa retornasse ao valor de R$ 2,00.

A prefeita tinha marcado a coletiva para esta quinta-feira (13), às 15h. Porém, decidiu alterá-la e anunciou a modificação na mesma tarde.

Na última segunda-feira (10), a liminar emitida pelo juiz Hortênsio Augusto Pires Nogueira, da Primeira Vara da Fazenda Pública, determinava o reajuste da tarifa de R$ 0,25, aumentando de R$ 2,00 para R$ 2,25 (a inteira) e a meia passagem para o valor de R$ 1,10.

De acordo com o Sindiônibus (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará), a decisão havia sido dada por falta de negociação com a Prefeitura de Fortaleza, que ocorre anualmente no mês de novembro. Na quarta-feira (12), um nova decisão da Justiça determinou a queda da liminar. O desembargador José Arísio Lopes da Costa acatou o pedido da Prefeitura de Fortaleza e deferiu a suspensão do reajuste da tarifa de ônibus.

O magistrado levou em consideração as justificativas apresentadas pela administração municipal, ao ressaltar a lei que prevê o prazo de 10 dias de aviso prévio à população acerca do reajuste tarifário. O aumento da tarifa “redundou em prejuízo econômico a um grande universo de usuários, causando um cenário inusitado”, completa o desembargador.

Com a colaboração de Alan Barros


Curtir: